Filtros

Áreas afetadas pela calvície
Idade
Tratamento
Duração do tratamento
Queda Capilar

Guia completo sobre o ciclo capilar

Nosso corpo produz e perde cabelo em um ciclo contínuo, que se divide em três fases. Saber mais sobre esse processo pode te ajudar a entender mais sobre as causas da queda capilar e também a compreender melhor sobre os tratamentos. Leia o artigo e veja!

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 2 de maio 2024

Ciclo capilar: o que é?

Quando falamos do ciclo de crescimento do cabelo, estamos nos referindo a um processo que os fios passam – e que acontecem em momentos diferentes. Por que dizemos isso? Explicamos: cerca de 85% dos folículos na sua cabeça estão produzindo novos fios neste exato momento. E sabe o que o restante está fazendo? Repousando. 

Esse é um processo natural e acontece com todos nós, sendo ele o responsável por deixar os fios fortes e saudáveis. No entanto, existem algumas condições que impedem que o ciclo de crescimento do cabelo aconteça do jeito que deveria – e a calvície é uma delas.

Para você entender mais sobre o assunto, reunimos tudo o que você precisa saber sobre o ciclo de crescimento do cabelo e como a calvície – ou alopecia androgenética – pode afetar esse processo. Veja! 

Quais as fases?

Existem três fases principais pelas quais os folículos capilares passam durante esse ciclo, são eles:

Fase anágena (estágio de crescimento): 

Acontece quando os folículos estão produzindo cabelo. Nesse período, as células no folículo se dividem e se multiplicam muito rápido, fazendo com que o comprimento do cabelo aumente. Aproximadamente 85% dos seus folículos capilares estão passando por esse estágio neste momento – e isso dura entre três e dez anos.

growth

Fase catágena (estágio de transição):

Nesse período, as divisões celulares que aconteciam na fase anterior são interrompidas e isso faz com que os folículos parem de produzir cabelo. Esse processo dura entre uma e três semanas e apenas 1% de todo o seu cabelo está passando por ele agora. Apesar de ser uma fase curta, é crucial no ciclo capilar.

Fase catágena

Fase telógena (estágio de repouso):

Durante esse estágio, o folículo capilar repousa e o resultado é a pausa na produção de novos fios. Apesar disso, os fios que já existem permanecem dentro do folículo por mais dois a três meses.

Quando a fase anágena começa novamente, esse cabelo “antigo” cai para ocorrer a produção de novos fios. Cerca de 10 a 15% do seu cabelo está vivenciando essa fase.

Observação: há estudiosos que propõem uma quarta fase, a exógena. A proposta é que é nesse momento que o fio realmente cai do couro cabeludo. Tecnicamente, esse não é um estágio à parte, mas uma consequência da transição entre a fase telógena e anágena.

Fase telógena

Quanto tempo dura o ciclo de crescimento capilar?

O ciclo completo pode durar de três anos a dez anos. A maior fase é a anágena, que acontece entre três a dez anos.

Calvície e o ciclo capilar

Cada fio de cabelo passa por seu próprio ciclo de crescimento, mas algumas condições genéticas, assim como outras causas, podem interferir na forma como esse ciclo acontece.

A calvície, também chamada de alopecia androgenética, é uma condição que afeta a maioria dos homens conforme vão envelhecendo. Ela acontece por conta da ação do hormônio DHT, que age nos folículos capilares promovendo o afinamento dos fios até a paralisação total da produção dos cabelos.

O DHT é um hormônio masculino produzido naturalmente pelo corpo. Com o tempo, sua ação pode enfraquecer os folículos capilares mais sensíveis ao ponto de perderem a capacidade de produzir o cabelo – o que é chamado de miniaturização capilar.

Além disso, o DHT impacta diretamente o ciclo de crescimento do cabelo no momento em que ele diminui o período da fase anágena e aumenta a fase telógena. Mais especificamente, isso faz com que a fase catágena aconteça antes do que deveria e o resultado é que o cabelo possui menos tempo para crescer e mais tempo para permanecer em repouso. Como consequência, os fios caem, o crescimento desacelera e as áreas calvas aumentam no couro cabeludo. 

Mas aqui vale um adendo! Se você passar por uma queda repentina de cabelo, provavelmente está experienciando o eflúvio telógeno. Isso acontece quando os folículos capilares passam da fase anágena para telógena rapidamente por conta de um episódio traumático e estressante.

Assim, uma quantidade grande de fios caem ao mesmo momento, mas após um período, a situação se normaliza e eles voltam a crescer.

Como tratar a queda capilar e a calvície?

Se você sofre com a calvície, não quer dizer que é um caso perdido. Existem diferentes soluções que podem ajudar a promover o crescimento capilar.

Como? Aqui estão alguns métodos que estendem a fase anágena e encurtam a telógena:

  • Minoxidil: em formato tópico ou oral, a medicação atua aumentando o fluxo sanguíneo nos folículos capilares. O medicamento também impulsiona os folículos a entrarem na fase anágena e permanecerem por mais tempo – isso potencializa o crescimento do cabelo. 
  • Finasterida: assim como o Minoxidil, a Finasterida também faz com que os folículos entrem e fiquem por mais tempo na fase anágena, além de permanecerem por menos tempo na fase telógena. No entanto, o mecanismo de ação é um pouco diferente do que o primeiro – acontece que a medicação atua inibindo a enzima 5 alfa redutase, diminuindo a conversão do DHT. Assim, ela previne a miniaturização dos folículos, deixando-os saudáveis por mais tempo. O minoxidil é efetivo em 84% dos casos e a Finasterida em 90%. Juntos, eles possuem eficácia de 94%.
  • Dutasterida: a Dutasterida possui mecanismo de ação semelhante à da Finasterida, uma vez que atua bloqueando a formação de DHT. Há estudos que apontam que o medicamento é 29% mais eficaz do que a Finasterida.
  • Saw Palmetto: já o Saw Palmetto é uma alternativa mais natural à Finasterida e também atua impedindo a produção de DHT. Em uma pesquisa, 60% dos homens que o utilizaram apresentaram aumento no crescimento capilar.


O que acontece no ciclo de crescimento capilar quando envelhecemos?

Conforme ficamos mais velhos, a fase anágena diminui e a telógena aumenta. Isso quer dizer que o cabelo possui menos tempo para crescer e mais tempo para ficar em “repouso”, o que desacelera o ciclo como um todo.

Leitura adicional
card-image
Queda Capilar
O que é a escala de Norwood?
Conheça a escala de Norwood e entenda melhor sobre a evolução da queda capilar em homens
card-image
Queda Capilar
Calvície na região da coroa? Fique atento aos sinais
Aprenda a identificar os primeiros sinais da calvície com o conteúdo a seguir!
card-image
Queda Capilar
Dutasterida: para que serve?
Entenda melhor como a Dutasterida funciona no tratamento para queda capilar!
card-image
Queda Capilar
DHT: Como ele causa a queda capilar e como evitar que ela ocorra
É a causa mais comum de queda de cabelo em homens, mas o que é DHT? Também conhecido por seu nome completo, di-hidrotestosterona, DHT é um hormônio sexual derivado da testosterona.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade