Sono

Efeitos colaterais da Melatonina: quais são?

Assim como qualquer medicação, a Melatonina pode apresentar alguns efeitos colaterais. Entenda!

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 3 de março 2022

A Melatonina é um tratamento para insônia e outros problemas do sono. No Brasil, o medicamento só pode ser utilizado sob prescrição médica, já que apenas um profissional especializado saberá ao certo se o seu caso deve ser tratado com a Melatonina ou não.

Efeitos colaterais da Melatonina: quais são?

O que é a Melatonina?

É um hormônio produzido naturalmente pela glândula pineal, que fica no cérebro. A função da substância no corpo é a de controlar o ciclo natural do sono – basicamente fazendo com que sinta sono no momento certo, e consiga dormir bem.

A verdade é que isso acontece por meio da regulação do ciclo circadiano, que é a forma pela qual seu corpo responde a variação de luminosidade entre o dia e a noite. Quando está escuro, o corpo naturalmente produz mais Melatonina para dar a deixa para o organismo se preparar para o sono. Do mesmo jeito, quando o sol aparece, e seu corpo é exposto a mais luz, a Melatonina é liberada em menor quantidade. 

Por conta disso, há hipóteses de que pessoas com problemas de sono ou que tendem a experienciar interrupções no sono possuem níveis baixos de Melatonina no corpo. Nesses casos, o tratamento com a medicação pode ser uma opção para dormir melhor.

É realmente eficaz?

Evidências confirmam como a Melatonina é eficaz para diminuir o período necessário para adormecer, além da quantidade total de sono. No entanto, esses benefícios podem não ser tão relevantes para pessoas com insônia crônica ou que não conseguem ter uma boa noite de sono.

É seguro usar?

Sim, a Melatonina é um medicamento seguro quando utilizado para problemas do sono. No entanto, como qualquer outra medicação, deve ser utilizada de acordo com a prescrição médica para garantir a segurança da pessoa em tratamento.

Dentre os grupos que possuem indicação de uso estão pessoas que estejam com dificuldades relacionadas ao sono, como insônia aguda e jet lag, além de também poder ser utilizada por pessoas que experienciam fortes dores de cabeça. E aqui batemos na tecla: a medicação não deve ser utilizada como automedicação, sempre consulte um especialista para receber a prescrição adequada para seu caso. 

Mas, afinal quais são os efeitos colaterais da Melatonina?

Chegamos ao ponto principal deste artigo: quais os efeitos colaterais da Melatonina? Antes de revelar quais são, é importante ter em mente que eles são incomuns e, em geral, fracos.

Para ter uma noção, um estudo feito no Reino Unido mostrou que o efeito mais comum, que é a sonolência diurna, aconteceu em 1,66% dos casos. 

Mas, vamos lá – esses são os efeitos colaterais mais comuns da Melatonina:

  • Sonolência diurna
  • Dor de cabeça
  • Dor de estômago ou náusea
  • Tonturas
  • Irritabilidade ou agitação
  • Boca seca
  • Coceira na pele
  • Pesadelos ou sudorese noturna

Todos esses sintomas podem ser controlados com tranquilidade. Normalmente, esses efeitos se resolvem sem necessidade de intervenções externas ou quando o uso da medicação é interrompido.

Os casos mais graves apresentaram:

  • Tristeza ou alterações no humor
  • Sensação de fraqueza ou de desmaio
  • Confusão mental
  • Sangue na urina
  • Psoriase

Esses efeitos são raros, atingindo menos de uma em mil pessoas, no entanto, achamos importante falar sobre o risco. Se estiver utilizando a Melatonina e vivenciar um dos sintomas acima – ou se tiver dificuldade para respirar ou alguma inflamação grave na pele – entre em contato com o suporte médico imediatamente.

Para quem a Melatonina é contraindicada?

Qualquer remédio possui contraindicação e com a Melatonina não é diferente. Isso acontece principalmente se você já estiver sofrendo com algum problema sério de saúde, inclusive se já estiver fazendo tratamento.

Se está utilizando alguma das medicações abaixo, é necessário avisar seu médico antes de começar a tomar melatonina:

  • Antidepressivos
  • Anticoagulantes
  • Medicamentos para controlar pressão arterial
  • Medicamentos para o tratamento de epilepsia
  • Estrogênio
  • Qualquer outro medicamento ou suplemento natural para dormir

Além disso, a Melatonina não deve ser utilizada durante a gravidez ou por pessoas que possuem alergia ao medicamento.

Alternativas para a Melatonina

Apesar de ser a mais popular, existem alternativas mais naturais que ajudam pessoas que têm sofrido interrupções no sono. Vamos te explicar sobre elas a seguir:

Ashwaghanda

Ajuda a diminuir o cortisol, um hormônio associado ao stress

Gaba

Promove o relaxamento por meio da redução dos estímulo dos neurônios

Camomila

Contribui com o relaxamento natural

Conclusão

A Melatonina é um medicamento prescrito para pessoas com problemas agudos de sono, que não conseguem dormir bem ou sofrem com insônia. É um medicamento com benefícios comprovados em relação à qualidade e ao tempo de sono.

No entanto, a Melatonina é um medicamento e, por isso, pode gerar efeitos colaterais. Sonolência diurna, dores de cabeça, náusea e fraqueza são os mais comuns – e aqui vale lembrar que esses efeitos são, em geral, raros.

Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde seja revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.

References
icon¹

Adib-Hajbaghery, M., & Mousavi, S. N. (2017). The effects of chamomile extract on sleep quality among elderly people: A clinical trial. Complementary therapies in medicinescribble-underline, 35scribble-underline, 109–114. https://doi.org/10.1016/j.ctim.2017.09.010

icon²

Besag, F., Vasey, M. J., Lao, K., & Wong, I. (2019). Adverse Events Associated with Melatonin for the Treatment of Primary or Secondary Sleep Disorders: A Systematic Review. CNS drugsscribble-underline, 33scribble-underline(12), 1167–1186. https://doi.org/10.1007/s40263-019-00680-w 

icon³

Buscemi N, Vandermeer B, Pandya R, et al. Melatonin for Treatment of Sleep Disorders: Summary. 2004 Nov. In: AHRQ Evidence Report Summaries. Rockville (MD): Agency for Healthcare Research and Quality (US); 1998-2005. 108. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK11941/

icon

Hardeland R. (2012). Neurobiology, pathophysiology, and treatment of melatonin deficiency and dysfunction. TheScientificWorldJournalscribble-underline, 2012scribble-underline, 640389. https://doi.org/10.1100/2012/640389

icon

Li, Y., Li, S., Zhou, Y., Meng, X., Zhang, J. J., Xu, D. P., & Li, H. B. (2017). Melatonin for the prevention and treatment of cancer. Oncotargetscribble-underline, 8scribble-underline(24), 39896–39921. https://doi.org/10.18632/oncotarget.16379

icon

 


Leitura adicional
card-image
Sono
Como dormir melhor: 20 dicas essenciais
A solução para dormir melhor não é única para todos, então reserve um tempo para construir sua rotina com dicas baseadas em evidências e entender o que funciona para você.
card-image
Sono
Melatonina ajuda a dormir melhor?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Por que estou sempre cansado e sem energia?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Quantas horas precisamos dormir?
Dormir faz bem para nossa saúde, isso é um consenso. O sono ajuda a combater doenças, a melhorar a concentração e a consolidar a memória – além de vários outros benefícios que aumentam a qualidade de vida.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade