Sono

Melatonina ajuda a dormir melhor?

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 8 de abril 2024
Saiba mais
Em 30 segundos…

Cada vez mais pessoas estão utilizando a Melatonina para dormir melhor, graças as últimas descobertas científicas sobre o papel desempenhado no descanso do corpo.

Esse medicamento simula a resposta natural do corpo aos sinais externos que indicam que é a hora de dormir. Isso faz com que você adormeça mais rápido e acorde menos durante a noite.


Mas lembre-se: os resultados com Melatonina são maiores quando o tratamento está associado a práticas holísticas que visem mudanças na rotina. Além disso, o uso deve ser feito sob prescrição de um médico especializado.

Quando não dormimos bem, nosso corpo e mente sentem. Seja no baixo desempenho no trabalho, não cumprindo com as metas de exercício ou se sentindo meio disperso em conversas com amigos, isso pode se tornar um problema maior com o passar do tempo.

Por esses motivos, não é uma surpresa o quanto a melatonina tem se tornado cada vez mais popular dentre as estratégias usadas para dormir melhor. Mas você sabe exatamente o que ela é e como funciona? Neste artigo, separamos alguns dados científicos sobre a Melatonina para você saber mais sobre o assunto. Leia abaixo!

Melatonina ajuda a dormir melhor?

O que é a Melatonina?

A Melatonina ajuda a melhorar o sono – mas não do jeito que a maioria das pessoas pensa. Ela não possui o poder mágico de te “desligar” e te fazer dormir do nada, pelo contrário, o medicamento colabora com o sistema do próprio corpo relacionado ao sono e sabe o porquê? Por ser uma substância que é produzida naturalmente pelo nosso organismo.

Isso porque ela é um hormônio produzido pela glândula pineal do cérebro e liberado toda a noite em seu organismo. A Melatonina é conhecida como o “hormônio do sono”, justamente por sua função primária de nos deixar sonolentos, mas ela também possui outros benefícios como promover a saúde dos olhos, prevenir azia, além de contribuir com a regulação de humor, com o aprendizado e com a nossa imunidade.

Seu corpo produz Melatonina como parte do ciclo circadiano, que regula as respostas do seu organismo para estímulos como a mudança de luminosidade durante o dia. A ausência de luz no período da noite faz com que seus olhos enviem um sinal para o hipotálamo, no cérebro, indicando que é hora de dormir, o que se reverbera na liberação natural da Melatonina. Esse é o motivo pelo qual é mais difícil dormir durante o dia: seu corpo é programado para produzir Melatonina e te fazer dormir melhor durante a noite.

Quando em formato de medicação, a Melatonina possui esse mesmo funcionamento, fazendo você dormir mais rápido e com menos chances de acordar durante a noite.

Como ela funciona?

A Melatonina produzida pelo organismo gera reações químicas que ajudam na sonolência, além de diminuir a temperatura corporal. Como ela faz isso exatamente ainda é um mistério, o que se sabe é que ela se liga com receptores das células, nos ajudando a relaxar. Além disso, a medicação também inibe a ação da dopamina, que é uma substância que nos deixa em estado de alerta.

Do mesmo modo, os medicamentos à base de Melatonina geram as mesmas reações químicas no corpo. Há estudos que mostram como a substância diminui em sete minutos o tempo de adormecimento, além de contribuir para a melhora na qualidade de sono e ajudar na redução do jet lag.

Mas afinal, a Melatonina funciona? Como um suporte para o corpo, sim. Diversos estudos têm apontado para a eficácia da medicação no que diz respeito às contribuições para o ciclo natural de sono do organismo. 

Qual dosagem devo tomar?

Quando devo tomar melatonina? Em alguns casos, nosso corpo não produz a quantidade suficiente da substância e isso se deve a alguns fatores como o estresse, o cigarro e a exposição à luz azul de dispositivos eletrônicos perto da hora de dormir. É nesse momento que os tratamentos com melatonina podem ajudar, mas também é importante associar a mudanças de hábitos para uma potencializar os resultados na qualidade do sono. 

A chave para o sucesso no tratamento é ser paciente. Tomar doses acima do indicado pode causar efeitos colaterais como dores de cabeça, náuseas, tontura e irritabilidade. Além disso, ingerir comprimidos na hora errada pode desregular seu ciclo circadiano, fazendo com que você se sinta sonolento durante o dia e em alerta durante a noite. 

É importante lembrar que a melatonina só deve ser utilizada com prescrição médica. Apenas médicos especializados podem determinar se seu caso é indicado para uso da medicação, além de que, somente esses profissionais podem prescrever a dosagem ideal a ser ingerida.

Melatonina: o que devo saber antes de começar a usar?

Evidências científicas recentes afirmam que o uso de Melatonina é seguro, não é tóxico e não gera dependência química. No entanto, nem todos os medicamentos à base da substância possuem a mesma composição, por isso, procure saber mais sobre esse ponto antes de iniciar o tratamento. Nós separamos alguns itens para você se atentar sobre o assunto:

– Confirme se está comprando Melatonina de laboratórios e farmácias confiáveis.

– Atente-se à dosagem ideal de melatonina, já que existem comprimidos de diferentes concentrações da substância. Portanto, para que seu tratamento seja efetivo, é importante utilizar doses que sejam eficazes para melhorar de fato a qualidade do sono. Consulte um médico para saber qual é a prescrição indicada para seu caso.

– A Melatonina deve ser tomada conforme prescrição médica.

– Tratamentos com melatonina podem aumentar o nível de açúcar no sangue e aumentar a pressão arterial em pessoas que utilizam medicações para hipertensão. Além disso, se já tiver experienciado reações alérgicas a medicações ou se possuir doenças de fígado ou rim ou ainda se tiver diagnóstico de condições autoimunes, consulte seu médico. 

– Assim como outros medicamentos, podem haver efeitos colaterais. Procure suporte médico, caso apresente sintomas inesperados.

Álcool e cigarro afetam a eficácia da Melatonina. 

– Se acidentalmente tomar doses maiores do que o indicado, provavelmente não acontecerá nada. No entanto, é importante seguir a prescrição médica e, caso apresentar efeitos colaterais, parar de tomar a medicação.

Além de todas essas considerações, vale enfatizar que a Melatonina funciona como um suporte para o sono. Ela deve ser utilizada em uma abordagem holística, que inclui a revisão de hábitos e rotina visando um sono melhor.

Leitura adicional
card-image
Sono
Como dormir melhor: 20 dicas essenciais
A solução para dormir melhor não é única para todos, então reserve um tempo para construir sua rotina com dicas baseadas em evidências e entender o que funciona para você.
card-image
Sono
Por que estou sempre cansado e sem energia?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Quantas horas precisamos dormir?
Dormir faz bem para nossa saúde, isso é um consenso. O sono ajuda a combater doenças, a melhorar a concentração e a consolidar a memória – além de vários outros benefícios que aumentam a qualidade de vida.
card-image
Sono
Por que acordo após duas horas de sono?
“Por que acordo após duas horas de sono?” Antes de começar a falar sobre o assunto, é importante enfatizar que é normal acordarmos durante a noite. Isso porque o ciclo do sono dura entre aproximadamente 70 e 120 minutos, e é muito comum acordarmos rapidamente entre um ciclo e outro.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade