Minoxidil pode fazer o cabelo cair? 8 perguntas sobre efeito shedding

Escrito por
Equipe Manual
Aprovado por
Equipe médica
Última atualização
26 de julho 2022

Começou o tratamento para calvície com Minoxidil e tem a sensação de que não está funcionando? Ou pior: de que está piorando a queda? Calma! Isso tem nome e se chama efeito shedding! Mas, ao contrário do que pode parecer, não há nada para se preocupar, inclusive, esse pode ser visto como um sinal positivo de que o medicamento está realmente funcionando. Entenda melhor lendo o artigo a a seguir! 

Efeito shedding é, na verdade, um sinal positivo de que o tratamento está funcionando. Entenda o porquê!

1. Efeito shedding? O que é?

O Efeito Shedding é um processo que pode acontecer durante os primeiros meses do tratamento com Minoxidil. E, para que saiba melhor o porquê ele acontece, você precisa entender um pouco o ciclo de crescimento do cabelo! Por aqui, é importante que saiba que ele é divido em três fases – e cada uma tem sua importância para a saúde dos fios. 

  • Anágena: é a fase que o cabelo está crescendo. Esse processo dura de três a dez anos. 
  • Catágena: aqui, a produção do cabelo é interrompida durante uma e três semanas. 
  • Telógena: fase que os fios ficam em “repouso” até que a fase anágena comece novamente. Com isso, os fios caem para que novos cresçam. 

Pode soar um pouco estranho, mas a verdade é que nem todos os fios de cabelo estão na mesma fase desse ciclo. Isso explica o fato de que, em cabelos saudáveis, caem cerca de 60 a 100 fios por dia – e isso não faz as pessoas ficarem com menos cabelo. 

2. Mas, afinal, o que isso tem a ver com o efeito shedding? 

Bom, o efeito shedding é um processo responsável por acelerar a queda dos fios “velhos”, que estão mais finos e fracos, para que cresça um novo cabelo, dessa vez, mais forte e saudável. É por isso que muitos especialistas chamam o fenômeno de uma troca de fios, sabia? 

3. Por que o efeito shedding é um sinal positivo?

Bom, essa “queda” – que, na verdade, é uma troca de fios – demonstra que o remédio para calvície já está fazendo efeito no seu couro cabeludo e que, dentro de um tempinho novos fios vão começar nascer. 

4. Só acontece com o Minoxidil? 

Sim! O Minoxidil é o único tratamento para calvície que age diretamente no ciclo do crescimento do cabelo e, por isso, é o único que pode causar o efeito shedding. Mas se você chegou até aqui já entendeu que não é um motivo para se preocupar, né?

5. Por quanto tempo dura o efeito shedding? 

O normal é que o efeito shedding aconteça apenas entre a 2ª e a 8ª semana de uso do Minoxidil, ou seja até mais ou menos o segundo mês de tratamento. Se os sintomas persistirem por muito tempo, é importante que peça a ajuda de um médico para entender porque isso está acontecendo! 

6. O que acontece depois do shedding? Quando os resultados do Minoxidil aparecem?

Depois do primeiros meses do uso do Minoxidil – e da possível ocorrência do efeito shedding – a tendência é que a melhora no crescimento dos fios seja cada vez mais evidente. É que nos primeiros meses, a mudança é interna e acontece nos folículos capilares, que são pequenas estruturas no couro cabeludo onde o cabelo cresce, depois que o ciclo de crescimento dos fios reinicia e se reestabelece aí sim a melhora passa a ser evidente a olho nu. 

Mas vale lembrar que, como outros tratamentos para calvície, os resultados só persistem com a recorrência do tratamento. Ou seja, quando o uso do remédio para calvície é paralisado, os efeitos positivos vão se perdendo com o tempo, podendo se reverter completamente ao final de um ano. 

7. Quais são outros efeitos colaterais do Minoxidil? 

O uso do Minoxidil pode gerar outros efeitos colaterais, mas todos eles são raros. Esses são as reações possíveis com o uso da medicação:

  • Irritação na pele;
  • Tonturas, e dores de cabeça;
  • Sonolência;
  • Inchaço ao redor da cabeça, rosto ou mãos;
  • Mastalgia;
  • Mudanças na cor, comprimento ou espessura dos pelos corporais ou faciais;
  • Foliculites;
  • Batimento cardíaco irregular ou dor no peito

Se você quiser entender um pouco melhor sobre isso, nós explicamos com mais detalhes neste do post aqui no blog! 

8. O que mais devo saber sobre o Minoxidil? 

Bom, além de agir no ciclo de crescimento dos fios, o Minoxidil também possui ação vasodilatadora, ajudando a aumentar a circulação de nutrientes e de oxigênio nos folículos capilares. Existem duas vias de administração (forma como o remédio é consumido): tópico e oral. 

Minoxidil Tópico

O Minoxidil tópico é considerado o remédio mais eficaz para calvície com essa via de adminstração. Geralmente, é vendido em formato de spray, para ser aplicado diretamente nas regiões calvas ao redor da cabeça.

Minoxidil Oral

O Minoxidil Oral surgiu como uma opção mais prática e mais eficaz para homens que desejam tratar a calvície com medicamentos comprovados. 

  • Resultados: 99% dos homens que usaram apresentaram melhora na queda capilar. 

Viu como não tem nada com que se preocupar com o efeito shedding? Continue lendo o blog para saber mais sobre os tratamentos para calvície

Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde seja revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.

References

  1. Minoxidil In Treating Male-Pattern Hair Loss – https://ishrs.org/2012/08/26/effectiveness-of-5-minoxidil-in-treating-male-pattern-hair-loss/

  2. Suchonwanit, P., Thammarucha, S., & Leerunyakul, K. (2019). Minoxidil and its use in hair disorders: a review. Drug design, development and therapy, 13, 2777–2786. https://doi.org/10.2147/DDDT.S214907

  3. Suchonwanit, P., Thammarucha, S., & Leerunyakul, K. (2019). Minoxidil and its use in hair disorders: a review. Drug design, development and therapy, 13, 2777–2786. https://doi.org/10.2147/DDDT.S214907

  4. Jimenez-Cauhe, J., Saceda-Corralo, D., Rodrigues-Barata, R., Hermosa-Gelbard, A., Moreno-Arrones, O. M., Fernandez-Nieto, D., & Vaño-Galvan, S. (2019). Effectiveness and safety of low-dose oral minoxidil in male androgenetic alopecia. Journal of the American Academy of Dermatology, 81(2), 648–649. https://doi.org/10.1016/j.jaad.2019.04.054

While we've ensured that everything you read on the Health Centre is medically reviewed and approved, information presented here is not intended to be a substitute for professional medical advice, diagnosis, or treatment. It should never be relied upon for specific medical advice. If you have any questions or concerns, please talk to your doctor.

Leitura adicional

Do nosso centro de saúde. Especialistas, informações e tópicos quentes. Ver tudo Queda Capilar artigos