Sono

10 mitos e verdades sobre a insônia

Descubra o que é verdadeiro e o que é falso em relação ao problema do sonoscribble-underline

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 24 de julho 2023
man yawning

O que é mito e o que verdade é sobre a insônia? Ela contribui com o ganho de peso? Beber ajuda a dormir melhor? Essas são algumas perguntas comuns sobre o problema de sono que atinge mais de 73 milhões de brasileiros.

Ainda que você não saiba ao certo sobre a insônia, se nos acompanha há um tempo certamente já percebeu como o sono possui papel crucial para nossa saúde. Neste artigo, nós listamos mitos e verdades sobre a insônia para você entender um pouco melhor sobre esse problema do sono e quais os impactos que ele possui no nosso organismo

O que é insônia?

Antes de falarmos sobre os mitos e verdades sobre insônia, precisamos explicar o que é o problema do sono. De maneira resumida, a insônia se caracteriza pela dificuldade em adormecer ou pela interrupção do sono ao longo da noite. Quando acontece em situações pontuais, é chamada de insônia aguda, mas quando os episódios se manifestam por mais de três meses, já é considerado um quadro crônico.

Conceituação feita, vamos partir para o que interessa nesse artigo, veja os mitos e verdades que reunimos sobre a insônia!

1. Quem tem insônia está mais propenso a ganhar peso

Verdade. Ao diminuir o tempo e a qualidade do sono, a insônia provoca efeitos negativos no nosso metabolismo. Isso faz com que nosso corpo reduza a produção da leptina, que é um hormônio que nos ajuda a entender quando estamos saciados ou não. Além disso, o problema do sono também contribui com o aumento da grelina, que é uma substância que nos faz sentir vontade de comer.

2. Álcool ajuda a dormir melhor 

Mito. O álcool até pode nos fazer dormir com maior facilidade, mas a qualidade do sono é prejudicada com a ingestão da substância. Isso porque ele interfere diretamente nas fases do sono, alterando o tempo em que permanecemos idealmente em cada estágio. Assim, por mais que tenhamos a sensação de que dormimos bem, a verdade é que o sono não foi tão restaurador como deveria ser para o corpo. 

3. Insônia pode gerar problemas com memória e atenção

Verdade. Aqui batemos de novo em mais um efeito que a qualidade ruim do sono possui em nosso corpo. Quem nunca se sentiu mais lento depois de uma noite de sono? Pois é! A longo prazo, isso pode afetar a capacidade de concentração, além de prejudicar a memória.

4. O fator emocional não é causa de insônia

Mito. Pelo contrário, o fator emocional possui grande responsabilidade sobre a insônia. Situações de stress ou de medo muitas vezes são os gatilhos que dão início aos episódios em que o problema de sono se manifesta. Por isso, cuidar da saúde mental e do bem-estar também é uma prática que ajuda e muito na qualidade do sono.

5. Dormir mal não impacta saúde física

Mito. A longo prazo, a má qualidade do sono possui implicações sérias no nosso corpo, sendo relacionada a problemas cardiovasculares e cerebrais, câncer, hipertensão e diabetes.

6. A insônia é apenas uma dificuldade para dormir

Mito. Ela também pode envolver problemas de permanência do sono, despertares frequentes durante a noite ou despertar precoce pela manhã.

7. A insônia é uma condição que afeta apenas idosos

Mito. Embora a insônia seja mais comum em pessoas mais velhas, ela pode afetar pessoas de todas as idades, incluindo crianças, adolescentes e adultos jovens.

8. Se você não dorme a quantidade recomendada de horas todas as noites, você tem insônia.

Mito. A insônia é mais do que apenas a falta de sono em si. É caracterizada pela dificuldade persistente em iniciar ou manter o sono, mesmo com a oportunidade adequada para dormir.

9. Se você tem insônia, deve evitar a cama e tentar dormir o mínimo possível

Mito. Evitar a cama e reduzir o tempo de sono não melhora a insônia. É importante manter um horário regular de sono, criar um ambiente propício ao sono e adotar técnicas de relaxamento para melhorar a qualidade do sono.

10. Se você está sofrendo de insônia, precisa usar remédio para dormir

Em muitos casos, é necessário sim o uso de medicação. Mas, só um médico pode determinar se o seu caso tem indicação de usar medicamentos ou não.

Está sofrendo com insônia?

Se acredita que está sofrendo com a insônia, nem tudo está perdido – existem soluções que contribuem para um sono de qualidade. Veja abaixo:

Higiene do sono

Se você ainda não ouviu falar sobre esse tema, é hora de se atentar sobre ele! Isso porque a expressão se refere a um conjunto de hábitos que contribuem para a qualidade do sono e, acredite se quiser, existem alguns pequenos detalhes que fazem toda a diferença para que você tenha a noite dos sonhos, como:

  • Evitar exposição a telas antes de dormir: dispositivos eletrônicos emitem luz azul, que prejudica o relaxamento e o descanso ininterrupto.
  • Criar um ambiente confortável: garanta que seu quarto esteja escuro, com temperatura agradável e silencioso para uma boa noite de sono.
  • Evitar ingerir cafeína até seis horas antes de deitar: a cafeína é outra substância que atrapalha o relaxamento e interfere na qualidade do sono.

Melatonina

Caso essas mudanças não sejam o suficiente para dormir bem, existem alternativas médicas que podem te ajudar a ter a noite dos sonhos. A Melatonina é uma delas e consiste no “hormônio do sono”, que é naturalmente produzido pelo corpo quando escurece e nos induz a dormir. Nós já falamos sobre a Melatonina aqui no blog, que tal rever?

Gostou de saber sobre os mitos e verdades sobre a insônia? Continue lendo e aprenda mais sobre o sono!

Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde seja revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.

References
icon¹

Dopheide J. A. (2020). Insomnia overview: epidemiology, pathophysiology, diagnosis and monitoring, and nonpharmacologic therapy. The American journal of managed carescribble-underline, 26scribble-underline(4 Suppl), S76–S84. https://doi.org/10.37765/ajmc.2020.42769

icon²

Spiegel, K., Tasali, E., Leproult, R., & Van Cauter, E. (2009). Effects of poor and short sleep on glucose metabolism and obesity risk. Nature reviews. Endocrinologyscribble-underline, 5scribble-underline(5), 253–261. https://doi.org/10.1038/nrendo.2009.23

icon³

Patel, S. R., & Hu, F. B. (2008). Short sleep duration and weight gain: a systematic review. Obesity (Silver Spring, Md.)scribble-underline, 16scribble-underline(3), 643–653. https://doi.org/10.1038/oby.2007.118

icon

Chakravorty, S., Chaudhary, N. S., & Brower, K. J. (2016). Alcohol Dependence and Its Relationship With Insomnia and Other Sleep Disorders. Alcoholism, clinical and experimental researchscribble-underline, 40scribble-underline(11), 2271–2282. https://doi.org/10.1111/acer.13217

icon
icon

World Sleep Day – https://worldsleepday.org/

Leitura adicional
card-image
Sono
Como dormir melhor: 20 dicas essenciais
A solução para dormir melhor não é única para todos, então reserve um tempo para construir sua rotina com dicas baseadas em evidências e entender o que funciona para você.
card-image
Sono
Melatonina ajuda a dormir melhor?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Por que estou sempre cansado e sem energia?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Quantas horas precisamos dormir?
Dormir faz bem para nossa saúde, isso é um consenso. O sono ajuda a combater doenças, a melhorar a concentração e a consolidar a memória – além de vários outros benefícios que aumentam a qualidade de vida.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade