Saúde Sexual

Baixa Testosterona ou Hipogonadismo masculino

Baixa Testosterona ou Hipogonadismo masculino podem provocar vários problemas de saúde, que afetam a qualidade de vida e a saúde sexual.

Por esse motivo, é essencial entender melhor o que causa baixa testosterona, quais os fatores de risco, tratamentos e como prevenir! Vamos entender juntos?

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 2 de fevereiro 2024

O que é Testosterona e para que serve?

A Testosterona é o principal hormônio sexual masculino que faz parte de um grande grupo de hormônios, os andrógenos.

Esse hormônio desempenha vários papéis no organismo. Na vida sexual, ele é responsável pela libido e desejo sexual (tanto em homens quanto em mulheres).

Outra função da Testosterona no organismo masculino é desenvolver os tecidos reprodutivos, como testículos e próstata. O hormônio também auxilia a promover a massa muscular, aumento e maturação dos ossos e crescimento de pelos corporais e cabelos.

Efeito da Testosterona no homem

No homem, a Testosterona é muito mais do que apenas um hormônio sexual. Uma pesquisa realizada e que investigou o papel do hormônio masculino demonstrou que ele tem ações importantes no metabolismo, função cerebral, além dos efeitos na composição corporal e óssea. 

Conheça alguns dos efeitos desse hormônio no organismo:

  • Sistema reprodutivo

Mencionamos brevemente, mas a Testosterona tem um papel fundamental no desenvolvimento dos órgãos reprodutores masculinos.

  • Sistema nervoso central

A Testosterona desempenha um papel importante no quesito de resistência física e força.

  • Vida sexual

O hormônio é responsável pelo desejo sexual, como também a libido. Por isso, baixa Testosterona impacta diretamente na saúde sexual masculina.

  • Gordura e músculo

É importante manter os níveis de Testosterona pois ajuda a metabolizar a gordura com mais eficiência, além de ajudar a ganhar força muscular.

O que significa Testosterona baixa no homem ou Hipogonadismo masculino?

O Hipogonadismo masculino é uma condição em que o corpo reduz a produção do hormônio Testosterona esperado para cada idade.

Sintomas de baixa Testosterona ou Hipogonadismo

O Hipogonadismo masculino pode manifestar tanto sintomas físicos quanto emocionais, como por exemplo:

Sintomas Físicos

  • Perda de massa muscular
  • Cansaço persistente
  • Diminuição de pelos corporais e até da barba
  • Aumento da gordura corporal
  • Raciocínio lento

Sintomas emocionais

  • Depressão
  • Mudanças bruscas de humor
  • Irritabilidade

Sintomas sexuais

  • Perda da libido
  • Redução das ereções espontâneas

A seguir queremos explicar sobre as possíveis causas. Continue lendo! 😉

Causas da Testosterona baixa no homem

Os níveis desse hormônio podem diminuir naturalmente a partir dos 40 anos, devido ao processo de envelhecimento.

Para exemplificar, um estudo demonstrou que os níveis médios de Testosterona em homens de 75 anos são somente 65% daqueles dos adultos jovens, sendo que 25% destes homens apresentam níveis subnormais do hormônio biodisponível.

No entanto, mesmo sendo algo natural do organismo masculino, as consequências à saúde não são benéficas e, por esse motivo, devem ser tratadas o quanto antes pelo médico. Aliás, homens jovens não estão livres de viverem essa situação. Por isso, é fundamental consultar-se regularmente com o seu médico para monitoramento dos níveis do hormônio. 

Algumas doenças também podem causar baixa Testosterona, como: tumores na próstata, tumores na hipófise, doenças congênitas, obesidade, efeitos de alguns medicamentos, entre outros problemas de saúde.

Diagnóstico de Testosterona baixa

O diagnóstico de Testosterona baixa é feito através do exame de sangue, que pode ser solicitado por um médico.

Tratamento para baixa Testosterona

Após o diagnóstico, o tratamento é definido pelo médico, e pode abordar desde mudanças de estilo de vida até a prescrição de medicamentos ou suplementação natural, por meio de mudanças alimentares.

Mas vale lembrar que apenas o médico poderá determinar a melhor forma de tratar, uma vez que leva em consideração fatores de risco, histórico de saúde do paciente e a causa para a redução dos níveis de Testosterona.

Hipogonadismo masculino tem cura?

Tem sim, mas é necessário conhecer a causa do problema para o médico prescrever o tratamento ideal.

Conclusão

Terminamos mais um artigo e você, com certeza, aprendeu informações valiosas sobre baixa Testosterona e como é possível fazer o diagnóstico correto e tratar da forma correta este problema.

Não deixe de se cuidar, nos vemos no próximo artigo.

References
icon¹

Bonaccorsi, A. C.. (2001). Andropausa: insuficiência androgênica parcial do homem idoso. Uma revisão. Arquivos Brasileiros De Endocrinologia & Metabologia, 45(2), 123–133. https://doi.org/10.1590/S0004-27302001000200003

icon²

Kumar P, Kumar N, Thakur DS, Patidar A. Male hypogonadism: Symptoms and treatment. J Adv Pharm Technol Res. 2010 Jul;1(3):297-301. doi: 10.4103/0110-5558.72420. PMID: 22247861; PMCID: PMC3255409.

icon³

Rastrelli G, Corona G, Maggi M. Testosterone and sexual function in men. Maturitas. 2018 Jun;112:46-52. doi: 10.1016/j.maturitas.2018.04.004. Epub 2018 Apr 6. PMID: 29704917.

Leitura adicional
card-image
Saúde Sexual
Disfunção erétil e idade: qual a relação?
É comum pensar que a disfunção erétil acontece apenas entre homens mais velhos, mas será que é assim mesmo? Neste artigo, nós explicamos melhor qual a relação entre a idade e a impotência sexual, além de passar por outros fatores que podem interferir nesse contexto.
card-image
Saúde Sexual
Disfunção erétil psicológica: causas e como resolver
As vezes, a disfunção erétil, também chamada de impotência sexual, é uma coisa da nossa cabeça – mas isso não faz com que seja menos real ou menos difícil de lidar. A disfunção erétil psicológica, nome dado para a condição causada por fatores psicológicos e emocionais, é em muitos casos um grande baque para quem sofre.
card-image
Saúde Sexual
Como melhorar a ereção? 10 dicas para pôr em prática
Nem sempre é fácil nem sempre é fácil ter e manter uma ereção – e isso é comum: 40% dos homens com menos de 40 anos sofrem com problemas de ereção em algum momento da vida.
card-image
Saúde Sexual
Guia completo sobre disfunção erétil
A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é provavelmente o problema sexual mais comum entre os homens, afetando aproximadamente 45% dos brasileiros.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade