Sono

Toda Melatonina é igual?

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 11 de março 2022
Saiba mais
Em 30 segundos…

A Melatonina é um hormônio que o cérebro produz em resposta à ausência de luz da noite. Ela também pode ser utilizada como um medicamento para regular o ciclo do sono e para tratar a insônia e outros problemas relacionados ao sono. Mas toda melatonina é igual? Qual a dosagem mais indicada?

Toda Melatonina é igual?

Um tipo diferente de medicamento para o sono

Existem diferentes medicamentos para melhorar o sono e a Melatonina é um deles, só que ela funciona de um jeito um pouco diferente. Isso porque é uma substância naturalmente produzida pelo organismo para regular o ciclo circadiano, assim, seu uso só reforça um mecanismo que já acontece dentro do nosso corpo. 

Neste artigo, revelamos tudo o que precisa saber sobre a Melatonina, no que diz respeito às diferentes dosagens com as quais ela é vendida – e os efeitos que isso possui no corpo.

O que é Melatonina?

A Melatonina é um hormônio produzido na glândula pineal do cérebro. É conhecida como o hormônio do sono graças ao papel desempenhado no processo que regula o horário que acordamos e o que dormimos.

A produção da melatonina pelo corpo nos faz sentir sonolentos – por isso, é natural sentirmos sono durante a noite, já que o cérebro libera o hormônio nesse período para dar um sinal ao corpo de que é hora de descansar. Do mesmo modo, quando amanhece, a produção da melatonina diminui e nos sentimos mais despertos.

Por conta desse mecanismo, há hipóteses de que pessoas que sofrem com problemas para dormir possuem baixos níveis de Melatonina. E é nesse momento que a medicação a base dessa substância pode ajudar.

Geralmente, a Melatonina é recomendada para o tratamento da insônia e de problemas relacionados ao sono no curto prazo, incluindo o jet lag e problemas causados por turnos de trabalho. Além disso, o tratamento com Melatonina também tem sido usado para outras condições como epilepsia, transtorno do espectro de autismo, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade em crianças e tratamento de enxaquecas em adultos também. 

Toda Melatonina é igual?

A oferta do medicamento no mercado é grande, mas é importante se atentar, já que nem toda Melatonina é igual. Em muitos casos, a medicação é encontrada em concentração menor do que a prescrição mais comum, que é entre 2 a 3mg. Pode parecer pouca coisa, mas a diferença de miligramas define o resultado ou não do seu tratamento contra problemas de sono.

Por exemplo, há estudos que mostram que a Melatonina de 2mg é capaz de reduzir em aproximadamente 24 minutos o tempo de adormecimento. O mesmo não acontece com medicamentos com dosagens menores.

Além disso, a própria composição pode variar de um fabricante e outro. Ou seja, é essencial comprar a Melatonina de estabelecimentos confiáveis, que vão entregar exatamente o que precisa, e com a dosagem recomendada. Isso sem contar com o fato de que o tratamento deve ser iniciado após a consulta com um médico especializado, já que apenas assim, saberá qual a dosagem e o modo de uso mais indicado para seu caso.

Quais são os efeitos colaterais da Melatonina?

Como todo medicamento, a Melatonina pode causar efeitos colaterais, que costumam ser raros. Aqui estão alguns dos efeitos relatados:

  • Sonolência diurna;
  • Dores de cabeça;
  • Dor de estômago e náusea
  • Irritabilidade e agitação
  • Pesadelos
  • Ressecamento de boca e pele
  • Dores nos braços e nas pernas

Efeitos mais graves acontecem em menos de uma em mil pessoas. No entanto, se você experienciar algum dos sintomas seguintes, procure imediatamente um suporte médico:

  • Visão turva
  • Perda de consciência ou tontura
  • Sangue na urina
  • Psoriase
  • Desânimo ou tristeza
  • Palpitações no coração e dor no peito

Para quem a Melatonina não é indicada?

Toda Melatonina é igual? Todo mundo pode utilizar? Se você apresentar alguma das condições abaixo, é importante ter bastante precaução ao usar o medicamento, veja:

Utiliza medicações anticoagulantes: a Melatonina pode “afinar” o sangue. Caso faça uso de anticoagulantes, é importante conversar com um médico antes de iniciar o tratamento.

Utiliza medicamentos para pressão alta (hipertensão): a Melatonina pode diminuir a pressão arterial. Combiná-la com medicações que já controlam esse fluxo pode causar complicações. 

Se está grávida ou amamentando: o uso da Melatonina também pode não ser seguro para mulheres nessas condições e deve ser evitada. Outro ponto relevante é que a substância também pode atuar como contraceptivo. 

Utiliza antidepressivos: a Melatonina pode interagir com medicamentos como a fluvoxamina. Qualquer dosagem da medicação deve ser utilizada apenas com indicação médica. 

Resumindo

A Melatonina tem mostrado resultados eficazes, ajudando a dormir melhor. Uma dosagem de 2 a 3mg costuma ser o suficiente para a maioria das pessoas melhorarem o sono. Mas atenção! O uso da medicação deve ser feito apenas de acordo com a prescrição médica.

Perguntas frequentes

Por que a Melatonina é prescrita para ajudar a lidar com o jet lag?

A função reguladora do horário de dormir e acordar é o principal motivo, já que seu uso pode controlar a rotina de sono, apesar das mudanças bruscas de fuso horário.

Devo tomar melatonina pela manhã ou pela noite?

Geralmente, é recomendado que tome a medicação pela noite, mais ou menos uma hora antes de dormir. No entanto, se o uso estiver relacionado ao jet lag, é mais recomendado ingerir duas horas antes do horário que vai dormir no destino da viagem.

Continue lendo sobre sono em nosso blog!

Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde seja revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.

References
icon¹

Estudo randomizado, duplo-cego, controlado por placebo do Circadian (2 mg de melatonina)scribble-underline

icon²

Zisapel N. (2018). New perspectives on the role of melatonin in human sleep, circadian rhythms and their regulation. British journal of pharmacology, 175(16), 3190–3199.scribble-underline https://doi.org/10.1111/bph.14116scribble-underline

icon³

Ferracioli-Oda, E., Qawasmi, A., & Bloch, M. H. (2013). Meta-analysis: melatonin for the treatment of primary sleep disorders. PloS one, 8(5), e63773.scribble-underline https://doi.org/10.1371/journal.pone.0063773scribble-underline

icon

Wade, A. G., Ford, I., Crawford, G., McConnachie, A., Nir, T., Laudon, M., & Zisapel, N. (2010). Nightly treatment of primary insomnia with prolonged release melatonin for 6 months: a randomized placebo controlled trial on age and endogenous melatonin as predictors of efficacy and safety. BMC medicine, 8, 51.scribble-underline https://doi.org/10.1186/1741-7015-8-51scribble-underline


Leitura adicional
card-image
Sono
Como dormir melhor: 20 dicas essenciais
A solução para dormir melhor não é única para todos, então reserve um tempo para construir sua rotina com dicas baseadas em evidências e entender o que funciona para você.
card-image
Sono
Melatonina ajuda a dormir melhor?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Por que estou sempre cansado e sem energia?
“Por que sempre estou cansado e sem energia?” Se você teve uma semana corrida ou fez muita atividade física ou ainda se seu filho te acordou durante a noite, é normal que se sinta cansado. Mas se essa sensação não melhora com o sono, então é muito possível que esteja passando por fadiga, o que é um pouco diferente.
card-image
Sono
Quantas horas precisamos dormir?
Dormir faz bem para nossa saúde, isso é um consenso. O sono ajuda a combater doenças, a melhorar a concentração e a consolidar a memória – além de vários outros benefícios que aumentam a qualidade de vida.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade