Emagrecimento

O Impacto do Acompanhamento Nutricional no Emagrecimento

Descubra como a alimentação saudável combinada com o aconselhamento nutricional pode transformar sua saúde e bem-estar. Entenda os benefícios dessa abordagem integrada e como ela pode ajudar a alcançar seus objetivos de saúde.

clinician image
Aprovado por
Equipe Médica
iconPublicado em 17/06/2024

Manter uma alimentação saudável é um dos pilares fundamentais para uma vida equilibrada e saudável. E, para que isso aconteça, é preciso ter conhecimento sobre nutrição associado a um conjunto de habilidades comportamentais.

Isso porque a nutrição adequada desempenha um papel vital na prevenção de doenças crônicas e melhoria do bem-estar geral. Entenda melhor no artigo a seguir!

O que é Alimentação Saudável?

Ao falarmos de alimentação saudável é fundamental entender que ela é importante para o bem-estar físico e mental, desempenhando um papel essencial na prevenção de doenças, especialmente as que são decorrentes do sobrepeso e obesidade (como diabetes, hipertensão e colesterol alto) e na promoção da qualidade de vida. Mas o que exatamente é uma alimentação saudável?

A alimentação saudável é aquela que contempla todos os grupos alimentares para fornecer os nutrientes necessários para o organismo com o prazer que o nosso corpo sente ao desfrutar de uma refeição. Não é incomum alimentação ser confundida com dieta para emagrecer.

Principais grupos alimentares e sua importância

Os alimentos são classificados em grupos baseados em seus principais nutrientes e funções no corpo.

Cada grupo alimentar desempenha um papel vital na saúde e no bem-estar.

  1. Carboidratos são responsáveis por fornecer energia para as atividades diárias e o funcionamento do cérebro. Podendo ser encontrado, por exemplo, em grãos integrais, pães, massas, frutas e legumes.
  2. Proteínas são responsáveis por construir e reparar os tecidos corporais, atuando na produção de enzimas e hormônios. Pode ser encontrada em carnes magras, aves, peixes, ovos, laticínios, leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico) e nozes.
  3. Gorduras têm como função fornecer energia, ajuda na absorção de vitaminas e são essenciais para a saúde celular. Sendo encontradas em azeite de oliva, abacate, nozes, sementes e peixes gordurosos.
  4. Vitaminas e minerais regulam processos corporais, fortalecendo o sistema imunológico e prevenindo deficiências nutricionais. Encontrados em frutas, vegetais, laticínios, carnes e cereais fortificados.
  5. Fibras, por fim, auxiliam na digestão, regulando o açúcar no sangue e ajudando no controle do peso. Encontrado em grãos integrais, frutas, vegetais e legumes.

Ao adotar uma alimentação saudável significa fazer escolhas alimentares que nutram o corpo de maneira completa e balanceada. Incorporar uma variedade de alimentos de todos os grupos alimentares nas proporções adequadas é crucial para garantir a ingestão de todos os nutrientes necessários.

Lembre-se, comer bem é uma forma poderosa de cuidar de si mesmo e de manter a saúde em dia.

O que é tratamento nutricional?

Com a abundância de informações contraditórias sobre dietas e nutrição disponíveis na mídia e na internet, muitas pessoas encontram dificuldades para fazer escolhas alimentares saudáveis e sustentáveis. E é aqui que entra o aconselhamento nutricional.

O aconselhamento nutricional é um processo guiado por profissionais qualificados, como nutricionistas, que têm como objetivo ajudar os indivíduos a entender melhor suas necessidades nutricionais e a adotar hábitos que favoreçam sua saúde e bem-estar.

Os benefícios do aconselhamento nutricional são amplos e significativos. Ele oferece orientação personalizada que respeita hábitos culturais, estilo de vida, preferências e possibilidade individuais, o que é fundamental tanto para a perda de peso quanto para a manutenção dos quilos perdidos ao longo do tratamento.

Dietas restritivas, que priorizam a exclusão de determinados nutrientes ou grupos alimentares tornam-se difíceis de serem seguidas e associam-se a maior desistência, o que facilita o reganho de peso a longo prazo.

Para o sucesso na perda de peso, o tratamento engloba mudança no estilo de vida, prática regular de exercícios físicos e alimentação saudável de forma regular que deve promover o déficit calórico com a presença de frutas, vegetais, grãos, ovos e carnes magras.

É de conhecimento de todos que para atingir o peso saudável é preciso alimentar-se de forma saudável, porém um aspecto importante para ponderação é que a orientação nutricional aplicada de maneira isolada, geralmente não é suficiente para mudar o comportamento alimentar de uma pessoa, visto que a obesidade é uma doença crônica que contempla uma condição cognitiva comportamental.

Ou seja, a associação do tratamento nutricional com o comportamental é essencial para que sejam desenvolvidos conhecimentos e habilidades que auxiliarão para atingir e manter o peso desejado.

O hipotálamo, que é uma região do cérebro, é responsável pela nossa fome e saciedade. Devido à características evolutivas, o hipotálamo vai fazer o possível para defender o peso máximo que já tivemos na vida.

Durante o processo de emagrecimento, os sinais de fome e saciedade ficam mais confusos. Um tratamento nutricional adequado faz que a pessoa aprenda a reconhecer esses sinais e desenvolva mais independência para fazer boas escolhas alimentares.

A importância do tratamento nutricional associado ao medicamento para emagrecer

A busca pelo emagrecimento é uma jornada que muitas pessoas enfrentam, especialmente quando a saúde e a autoestima estão em jogo. Nesse contexto, os remédios para emagrecer surgem como uma alternativa para acelerar a perda de peso. No entanto, é essencial compreender que esses medicamentos funcionam de maneira mais eficaz e segura quando combinados com um tratamento nutricional.

Os medicamentos para emagrecer têm como mecanismo atuar na redução da fome ou aumento saciedade, logo há uma redução da ingestão calórica e, por consequência, redução do peso corporal. Portanto, os medicamentos são facilitadores da mudança do estilo de vida e da alimentação que, necessariamente, precisam acontecer.

Sendo assim, é importante frisar que os remédios para emagrecer, como os inibidores de apetite, são projetados para auxiliar na perda de peso. No entanto, sem uma alimentação adequada, seus efeitos podem ser limitados.

Uma dieta rica em nutrientes, pobre em calorias vazias e equilibrada em macronutrientes potencializa os efeitos desses medicamentos, promovendo uma perda de peso mais rápida e sustentável.

Leitura adicional
card-image
Emagrecimento
Existem versões genéricas de Ozempic, Saxenda e Rybelsus? Descubra agora!
Já se perguntou se existem genéricos de Ozempic, Saxenda e Rybelsus? Descubra agora neste artigo completo sobre o tema!
card-image
Emagrecimento
A ciência por trás da perda de peso: entendendo medicamentos injetáveis
Entenda os mecanismos, benefícios e considerações dos medicamentos injetáveis para emagrecer e alcançar seus objetivos de saúde.
card-image
Emagrecimento
Como aumentar a atividade física sem precisar fazer exercícios “tradicionais”?
Quando pensamos no emagrecimento ou até no estilo de vida saudável, normalmente damos muita ênfase em exercícios como corrida ou a musculação. E, apesar de serem atividades muito benéficas para o nosso corpo (vamos falar sobre elas nos próximos artigos), essas não são as únicas formas de nos mantermos ativos – e é sobre isso que vamos falar hoje!
card-image
Emagrecimento
Remédio para emagrecer: tudo que você precisa saber
Escrevemos este artigo para ajudar a entender para quem é indicado o uso, como funciona e quais medicamentos são e não são recomendados para emagrecer. Vamos lá?
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade