Filtros

Áreas afetadas pela calvície
Idade
Tratamento
Duração do tratamento
Saúde Sexual

Ereção fraca: o que é, quais as causas e o que fazer?

A ereção fraca é uma situação que muitas vezes está ligada a impotência sexual e, para evitar que isso aconteça, é importante ficar de olho na saúde para entender as possíveis causas. Continue lendo para entender mais sobre o assunto! 

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 8 de abril 2024

O que é?

A ereção se caracteriza pelo enrijecimento do pênis devido ao aumento do fluxo sanguíneo no órgão que acontece em um processo fisiológico.

Como acontece a ereção?

A ereção fraca pode ter diferentes motivos e antes de explicar quais são eles, vamos te explicar brevemente como a ereção acontece, é mais ou menos assim:

  1. O início de todo o processo acontece com os estímulos sexuais que funcionam como gatilhos que fazem o cérebro liberar neurotransmissores que dão início à ereção. Um deles é a acetilcolina – uma substância que emite um sinal para que os vasos sanguíneos liberem o oxído nítrico.
  2. Com ele, as estruturas no interior do pênis relaxam e, ao mesmo tempo, as artérias do pênis dilatam para que o fluxo sanguíneo necessário para a ereção passe pelo órgão.
  3. Em seguida, as veias ao redor do pênis de contraem para manter o fluxo sanguíneo dentro do órgão. Isso faz com que o pênis aumente o volume e fique rígido – e assim, acontece a ereção.

Quais as possíveis causas?

Como já adiantamos ereção fraca muitas vezes está relacionada com a impotência sexual ou disfunção erétil. Então, veja as possíveis causas ligadas a ela:

Doenças

Problemas cardíacos

Sabia que a impotência sexual, que pode se manifestar pela ereção fraca, pode ser um sinal de alerta de um problema cardíaco? Acontece que o coração é o responsável por bombear sangue por todo corpo – e como você viu no tópico anterior, o pênis precisa receber um fluxo sanguíneo maior para ficar ereto – logo, se o coração não está em pleno funcionamento, as chances do homem ter uma ereção fraca são altas.

Diabetes

Homens que possuem diabetes possuem mais chances de terem ereção fraca, principalmente os que sofrem com diabetes do tipo 2. Isso porque o controle inadequado de açúcar no sangue prejudica o funcionamento dos nervos e dos vasos sanguíneos e, consequentemente, atrapalha que a ereção aconteça normalmente.

Condições que afetam vasos sanguíneos

A saúde dos vasos sanguíneos também é essencial para que a ereção aconteça normalmente. Quando eles estão obstruídos, ou seja, quando a passagem do sangue não ocorre da forma como deveria, a ereção fica comprometida. Muitos fatores podem diminuir o fluxo sanguíneo, como o colesterol alto, pressão arterial elevada e obesidade.

Obesidade

Homens obesos também tendem a ter taxas menores de testosterona, o que contribui para que tenham ereção fraca.

Alterações hormonais

A ereção fraca ligada também pode estar ligada a alterações hormonais. E aqui também existem várias situações que podem contribuir para isso… Mas vamos para um exemplo que pode ser mais fácil de entender: algumas substâncias utilizadas para ganho de massa muscular interferem na regulação hormonal do corpo – e isso pode deixar a ereção fraca.

Doenças que afetam o sistema nervoso

Lembra que quando explicamos sobre como a ereção acontece, falamos que estímulos sexuais fazem o corpo liberar neurotransmissores? Bom, isso acontece com a ajuda do sistema nervoso e quando ele é afetado, a ereção também pode ser impactada. A doença de Parkinson e a esclerose múltipla são doenças que interferem na saúde do sistema nervoso.

Depressão

Não adianta pensar na saúde física e deixar de lado a psicológica! Ela é tão importante quanto e quando as coisas não andam bem com ela, é possível que a ereção fique fraca (nós já falamos sobre isso aqui!).

Quando um homem desenvolve um quadro de depressão, diminui a liberação de neurotransmissores importantes para o bem-estar – e isso impacta na libido, ou seja, na vontade de ter relações sexuais.

Estresse

O estresse é outro fator emocional que tem um impacto muito grande na libido. Com ele, o corpo pode liberar adrenalina em situações desnecessárias e isso faz com que os vasos sanguíneos se contraiam e o fluxo sanguíneo tenha dificuldade de passar – e o resultado você já deve imaginar…

Estilo de vida

Sono desregulado

A qualidade do sono é essencial para ter uma boa qualidade de vida, isso inclui ter mais energia, concentração e também melhor performance sexual.

O sono ajuda a regular o ciclo circadiano, que nada mais é que um sistema que controla nosso relógio biológico e interfere em praticamente todas as funções do corpo, como a produção de testosterona, que está ligada à libido e a ocorrência da ereção.

Alimentação pobre em nutrientes

Com esse tópico, fica nítido como tudo se conecta no nosso corpo! Uma alimentação pobre nutricionalmente pode aumentar o nível de colesterol e ajudar no desenvolvimento de doenças cardíacas, que são fatores que contribuem para ereção fraca.

Cigarro

Dentre os prejuízos do cigarro para saúde está a obstrução dos vasos sanguíneos e, com isso o impedimento da passagem do fluxo sanguíneo por todo o corpo. Isso quer dizer que homens que fumam também podem ter ereção fraca por conta dos efeitos do cigarro no organismo.

Álcool

O excesso de álcool também pode ser um fator de risco para ereção fraca. No corpo, a substância age diminuindo a produção da testosterona, que como comentamos nos tópicos anteriores, é muito importante para a libido e o desempenho sexual em si.

Além disso, com o tempo, o álcool pode afetar o sistema nervoso e atrapalhar a ação dos neurotransmissores emitidos com a excitação sexual e isso pode levar à ereção fraca.

Idade

Sim, a idade pode contribuir para uma ereção mais fraca, principalmente com a queda da produção de testosterona, mas isso não é necessariamente uma regra. Inclusive, um estudo do Journal of Sexual Medicine demonstrou que 1 em 4 novos pacientes com impotência sexual tem menos de 40 anos, ou seja, não se trata apenas da idade… 

Como tratar?

A ereção fraca está ligada na maioria das vezes à impotência sexual. A Tadalafila é um dos tratamentos comprovados com maior eficácia – e com melhor aceitação entre os homens – para casos como esses. 

O remédio para impotência age inibindo a ação de uma enzima que impede que o corpo libere o óxido nítrico (aquele que ajuda a relaxar a estrutura do pênis para que as artérias recebam o fluxo sanguíneo para a ereção).

A Tadalafila se diferencia pelo tempo que age no corpo (36 horas), o que ajuda o homem a ter relações sem a necessidade de se planejar muito para isso. Essa característica fez com que a Tadalafila fosse chamada de “pílula do fim de semana”. O medicamento também está disponível para uso diário, para efeitos contínuos.

Além dela, também há a Sildenafila, que tem o mesmo princípio ativo do Viagra. A medicação é o tratamento para impotência sexual mais conhecido e estudado pelo mundo e se destaca pela alta eficácia entre quem o utilizou.

Já sabia sobre as causas da ereção fraca? Continue acompanhando nosso blog para aprender mais sobre sua saúde sexual!

Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde seja revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.


References
icon¹

Bezzy Ms – “Why MS can cause sexual dysfunciton in men – and what you can do about it” https://www.bezzyms.com/discover/sex-relationships-ms/health-why-ms-can-cause-sexual-dysfunction-in-men-and-what-you-can-do-about-it/

icon²

Capogrosso, P., Colicchia, M., Ventimiglia, E., Castagna, G., Clementi, M. C., Suardi, N., Castiglione, F., Briganti, A., Cantiello, F., Damiano, R., Montorsi, F., & Salonia, A. (2013). One patient out of four with newly diagnosed erectile dysfunction is a young man–worrisome picture from the everyday clinical practice. The journal of sexual medicinescribble-underline, 10scribble-underline(7), 1833–1841. https://doi.org/10.1111/jsm.12179

icon³

Coward, R. M., & Carson, C. C. (2008). Tadalafil in the treatment of erectile dysfunction. Therapeutics and clinical risk managementscribble-underline, 4scribble-underline(6), 1315–1330. https://doi.org/10.2147/tcrm.s3336

icon

Medical News Today – Why stress happens and how to manage it https://www.medicalnewstoday.com/articles/145855#physical-effects

icon

Medical News Today – “11 tips for giving up smoking” https://www.medicalnewstoday.com/articles/241302

icon

Very Well Mind – “Alcohol Dependence vs. Alcohol Abuse: What’s the Difference?” https://www.verywellmind.com/alcohol-abuse-vs-alcohol-dependence-63101

Leitura adicional
card-image
Saúde Sexual
Como melhorar a ereção? 10 dicas para pôr em prática
Nem sempre é fácil nem sempre é fácil ter e manter uma ereção – e isso é comum: 40% dos homens com menos de 40 anos sofrem com problemas de ereção em algum momento da vida.
card-image
Saúde Sexual
Guia completo sobre disfunção erétil
A disfunção erétil, também conhecida como impotência sexual, é provavelmente o problema sexual mais comum entre os homens, afetando aproximadamente 45% dos brasileiros.
card-image
Saúde Sexual
Tratamentos para impotência sexual: quais são realmente eficazes?
A impotência sexual, também chamada de disfunção erétil, é um problema comum entre homens.
card-image
Saúde Sexual
7 ações para potencializar o tratamento para disfunção erétil
Quando fazemos um tratamento, queremos que ele funcione, não é? Os medicamentos utilizados contra a disfunção erétil já são muito eficazes, mas existem algumas ações simples que podem ajudar a garantir os resultados que deseja com as suas ereções.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade