Queda Capilar

Alopecia Areata: saiba tudo sobre a condição

Você já ouviu falar sobre a Alopecia Areata ou está enfrentando este problema? Ela pode causar queda de cabelo e por isso queremos abordar sobre os sintomas, características da condição e como funciona o tratamento ideal. Tudo isso para te ajudar a entender melhor sobre a Alopecia areata.

Vamos ler e aprender mais sobre o tema? Vem com a gente.

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 28 de agosto 2023

O que é Alopecia Areata?

A Alopecia areata afeta até 2% da população em geral, segundo estudos, e se caracteriza como uma doença que provoca queda de cabelo. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, essa doença pode se caracterizar por uma ou até múltiplas falhas bem definidas na área da cabeça, ou então acontecer a perda de cabelo mais difusa no couro cabeludo.

Além disso, há pessoas que desenvolvem o caso raro da doença, a Alopecia areata total, ou seja, quando todo o cabelo do paciente cai.

Outro caso, conhecido como tipo universal, é quando a condição faz cair todos os pelos do corpo, inclusive, cílios e sobrancelhas, afetando cerca de 5% dos pacientes com a doença, segundo pesquisas.

Mas vale lembrar que cada caso é único e precisa ser tratado da forma adequada pelo médico especialista, já que existem tratamentos eficazes para reverter o problema.

Quais os sintomas?

O sintoma da alopecia areata é a perda repentina dos cabelos, se caracterizando por áreas arredondadas sem fios no couro cabeludo. Além disso, é importante notar que a pele fica lisa e brilhante, com pelos ao redor das placas e que caem com muita facilidade.

Lembre-se também que a extensão da perda de cabelo varia e, por isso, em alguns casos, poucas regiões são afetadas, enquanto que para alguns pacientes a perda de cabelo pode ser maior.

Quais as causas?

Diversos fatores podem desencadear o surgimento da doença, entre eles: a genética e, em alguns casos, um “colapso” do sistema imunológico privilegiado, segundo pesquisas.

Em resumo, o nosso organismo possui um eficiente sistema imunológico, que são células especializadas em combater microorganismos “estranhos” que podem causar dano ao corpo.

Já o chamado privilégio imunológico é a capacidade que as células têm de reconhecer outras células que fazem parte do nosso corpo.

Dessa forma, o nosso corpo não ataca as células saudáveis do organismo. Mas, em algumas pessoas, existe uma sensibilidade maior das células que perdem a capacidade de reconhecê-las como parte do nosso corpo e não como uma ameaça.

Assim, o nosso organismo desencadeia um processo em que o sistema imunológico ataca células saudáveis, e no caso da Alopecia areata, as células ligadas aos folículos capilares apresentam dificuldade no privilégio imunológico, sendo atacadas pelo nosso próprio corpo.

Há, além destas duas possíveis causas, outros mecanismos que podem ter relação direta com a doença, segundo estudos, como gatilhos ambientais – geralmente, infecções e estresse – além de respostas inflamatórias alteradas.

Quais os tratamentos?

A Alopecia areata não provoca a destruição ou atrofia dos folículos, ou seja, a queda pode ser reversível e muitas terapias estão disponíveis para o tratamento, incluindo modalidades tópicas, sistêmicas e injetáveis.

Atualmente, os principais tratamentos são realizados com medicamentos tópicos como minoxidil e corticoides.

Mas vale lembrar que o tratamento mais adequado é prescrito somente pelo dermatologista, por isso, busque orientação médica se estiver sofrendo com a queda capilar causada pela Alopecia areata.

References
icon¹

ISHRS – Effectiveness Of 5% Minoxidil In Treating Male-pattern Hair Loss

icon²

Randolph M, Tosti A. Oral minoxidil treatment for hair loss: A review of efficacy and safety. J Am Acad Dermatol. 2021 Mar;84(3):737-746. doi: 10.1016/j.jaad.2020.06.1009. Epub 2020 Jul 2. PMID: 32622136.

icon³

Seneschal J, Boniface K, Jacquemin C. Alopecia areata: Recent advances and emerging therapies. Ann Dermatol Venereol. 2022 Dec;149(4):222-227. doi: 10.1016/j.annder.2022.03.006. Epub 2022 Jun 23. PMID: 35752494.

icon

 Sterkens A, Lambert J, Bervoets A. Alopecia areata: a review on diagnosis, immunological etiopathogenesis and treatment options. Clin Exp Med. 2021 May;21(2):215-230. doi: 10.1007/s10238-020-00673-w. Epub 2021 Jan 1. PMID: 33386567.

icon

Strazzulla LC, Wang EHC, Avila L, Lo Sicco K, Brinster N, Christiano AM, Shapiro J. Alopecia areata: An appraisal of new treatment approaches and overview of current therapies. J Am Acad Dermatol. 2018 Jan;78(1):15-24. doi: 10.1016/j.jaad.2017.04.1142. PMID: 29241773.

icon

Zhou C, Li X, Wang C, Zhang J. Alopecia Areata: an Update on Etiopathogenesis, Diagnosis, and Management. Clin Rev Allergy Immunol. 2021 Dec;61(3):403-423. doi: 10.1007/s12016-021-08883-0. Epub 2021 Aug 17. PMID: 34403083.

Leitura adicional
card-image
Queda Capilar
O que é a escala de Norwood?
Conheça a escala de Norwood e entenda melhor sobre a evolução da queda capilar em homens
card-image
Queda Capilar
Calvície na região da coroa? Fique atento aos sinais
Aprenda a identificar os primeiros sinais da calvície com o conteúdo a seguir!
card-image
Queda Capilar
Dutasterida: para que serve?
Entenda melhor como a Dutasterida funciona no tratamento para queda capilar!
card-image
Queda Capilar
DHT: Como ele causa a queda capilar e como evitar que ela ocorra
É a causa mais comum de queda de cabelo em homens, mas o que é DHT? Também conhecido por seu nome completo, di-hidrotestosterona, DHT é um hormônio sexual derivado da testosterona.
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade