Emagrecimento

Evitar, alterar, aceitar ou adaptar: o que isso tem a ver com o emagrecimento?

Na semana passada, entendemos um pouco melhor qual a diferença entre o estresse crônico e o agudo, além de como identificar se está estressado. Agora, vamos entender melhor sobre como lidar com os gatilhos do estresse. Veja!

clinician image
Aprovado por
Equipe médica
iconÚltima atualização 24 de outubro 2023

Se você começar a anotar todas as vezes que estiver estressado, vai começar a reconhecer quais são os fatores que levaram a isso – atividades, situações ou pessoas. Isso é muito individual, então, é importante que tenha atenção ao que costuma te afetar.

E por que fazer isso? Porque existem formas de amenizar os efeitos desses gatilhos com as quatro ações: evitar, alterar, aceitar ou adaptar.

Evitar, alterar, aceitar ou adaptar

Evitar

Alguns gatilhos são melhores de evitar a exposição e/ ou contato. E como fazer isso? Aqui, são alguns exemplos:

  • Controlar as situações a que você se expõe no dia a dia
  • Reduzir o contato com pessoas que te deixam para baixo
  • Impor limites

Alterar

Nem todos os gatilhos são fáceis de evitar – e essa não é a melhor solução para todos os casos. Muitas vezes, interferir na situação e tentar mudar o contexto pode ser uma boa saída. Esses são alguns exemplos:

  • Comunicar como você se sente
  • Melhorar a gestão do seu tempo
  • Entender seus limites e deixar claro para as pessoas ao seu redor

Aceitar

Quando não é possível evitar alguma situação, nem transformá-la não tem escapatória, será necessário aceitar que aquilo está acontecendo. Essa seria uma forma de reconhecer o estresse e entender que ele é passageiro, o que também ajuda a diminuir todos os impactos negativos que ele causa. Assim, é interessante:

  • Conversar sobre o que está acontecendo
  • Praticar o perdão
  • Tirar aprendizados dos seus erros
  • Falar positivamente sobre si mesmo

Adaptar

Transformar – e adaptar – suas expectativas sobre você e todos ao seu redor também é uma forma de reduzir aqueles gatilhos mentais de cobrança. Nossa dica é:

  • Tente compreender cada situação e adaptar suas expectativas
  • Tente focar nas emoções e situações positivas

Mão na massa ⚡️

Faça uma lista de tudo o que te estressa. Veja quais deles você pode evitar – como aquele amigo que sempre te faz se sentir mal depois de uma conversa.

Tendo isso listado, passe para quais gatilhos você pode transformar. Por exemplo, se seu problema for a falta de tempo, será que é possível acordar 15 minutos antes para evitar a correria?

Em seguida, pense em quais você não pode nem evitar, nem transformar. Nesses casos, talvez seja uma boa saída simplesmente aceitar. Acredite, pode ser um pouco doloroso no início, mas possivelmente, será a melhor forma de lidar com isso para seguir em frente.

Por fim, pense em tudo o que você pode se adaptar. Para facilitar, reflita sobre quais situações ficariam melhores e menos estressantes se você conseguisse enxergar sob outra ótica.

Exemplo: você é uma pessoa que sente necessidade de arrumar sua mesa de trabalho todos os dias e, quando não faz isso, se sente estressado. Para algumas pessoas, isso não significa nada, será que vale tentar reduzir a importância disso?

Antes de concluir, mais algumas dicas…

Além de fazer essa lista, também é uma boa ideia pensar de uma maneira “macro”. Digamos que agora você está passando por um momento muito complicado e estressante.

Reflita: será que isso será tão importante assim daqui a uns meses? Isso está afetando sua vida como um todo ou você consegue ter momentos bons mesmo assim? Se não, por que essa situação está comprometendo tantas partes da sua vida?

Isso vai te ajudar a enxergar pontos positivos na sua rotina, além de dar aquele respiro mesmo quando a vida está mais estressante. Esperamos que essas dicas te ajudem, nos vemos no próximo artigo!

Leitura adicional
card-image
Emagrecimento
O Impacto do Acompanhamento Nutricional no Emagrecimento
Descubra como a alimentação saudável combinada com o aconselhamento nutricional pode transformar sua saúde e bem-estar. Entenda os benefícios dessa abordagem integrada e como ela pode ajudar a alcançar seus objetivos de saúde.
card-image
Emagrecimento
A ciência por trás da perda de peso: entendendo medicamentos injetáveis
Entenda os mecanismos, benefícios e considerações dos medicamentos injetáveis para emagrecer e alcançar seus objetivos de saúde.
card-image
Emagrecimento
Como aumentar a atividade física sem precisar fazer exercícios “tradicionais”?
Quando pensamos no emagrecimento ou até no estilo de vida saudável, normalmente damos muita ênfase em exercícios como corrida ou a musculação. E, apesar de serem atividades muito benéficas para o nosso corpo (vamos falar sobre elas nos próximos artigos), essas não são as únicas formas de nos mantermos ativos – e é sobre isso que vamos falar hoje!
card-image
Emagrecimento
Remédio para emagrecer: tudo que você precisa saber
Escrevemos este artigo para ajudar a entender para quem é indicado o uso, como funciona e quais medicamentos são e não são recomendados para emagrecer. Vamos lá?
Nós utilizamos cookies para analisar dados e personalizar sua visita, saiba mais em nossa política de privacidade