The Complete Hair Loss Plan

Finasteride & Minoxidil

This powerful combo promotes hair growth by blocking DHT – a hormone linked to hair loss – and by increasing blood flow around your follicles.


Best for
Overall thinning hair
Effectiveness
Over 9/10 Men
Contains
One-a-day tablets (Finasteride) / Daily Spray (Minoxidil)

A calvície tem cura?

Escrito por
Equipe Manual
Aprovado por
Equipe médica
Última atualização
5 de agosto 2021

Cientistas de todo o mundo estão procurando uma cura permanente para a calvície. Pesquisas inovadoras continuam a ser publicadas ano após ano, mas há poucos sinais de que um tratamento inovador esteja perto de ser lançado.

Estudos em genética, células-tronco e novos medicamentos tentam entender mais sobre nossos folículos capilares e ciclos de crescimento capilar, e como nosso couro cabeludo pode ser trazido de volta à vida.

Até que uma cura permanente (e acessível) para a calvície seja introduzida, vários tratamentos seguros e eficazes para a queda de cabelo já estão disponíveis.

É possível uma cura permanente para a calvície?

Quer se trate de uma linha fina recuando(“entradas”), afinamento dos fios perceptível na parte de trás da cabeça ou um cabelo ralo que você está lutando para cobrir com um novo penteado da moda, você pode estar experimentando um tipo bem comum de queda capilar.

Na verdade, algum nível de alopecia androgenética (comumente conhecida como calvície de padrão masculino) é inevitável para a maioria dos homens à medida que envelhecem. A calvície é causada por uma combinação complexa de fatores genéticos, hormonais e relacionados à idade, e os cientistas ainda têm um longo caminho a percorrer antes de compreenderem totalmente os mecanismos por trás do crescimento e da queda de cabelo.

Os pesquisadores neste campo fizeram progressos nos últimos anos, com novos medicamentos, experimentação com células-tronco, transplantes de cabelo eficazes, ensaios clínicos e um conhecimento mais profundo da genética, todos sugerindo que uma cura permanente para a calvície pode estar no horizonte. No entanto, como a queda de cabelo ainda é considerada um problema cosmético, os cientistas às vezes lutam para obter financiamento para seu trabalho.

Neste artigo, compilamos algumas pesquisas recentes sobre queda de cabelo, junto com um resumo das opções de tratamento licenciadas para queda de cabelo que estão disponíveis atualmente.

Qual é o papel dos genes na calvície masculina?

Seus genes desempenham um papel fundamental no desenvolvimento ou não da alopecia androgenética. Parece que certos genes tornam os folículos capilares mais sensíveis a danos causados ​​por alterações hormonais, mas os cientistas estão trabalhando para entender quais genes são responsáveis ​​e por quê.

Pesquisadores da Universidade de Edimburgo conseguiram identificar “mais de 250 loci genéticos independentes associados à queda de cabelo”. Eles então usaram suas descobertas para desenvolver um algoritmo que lhes permitiu prever a probabilidade de uma pessoa ter calvície com base em seus genes. Esta inovação tem o potencial de identificar precocemente aqueles com maior risco de queda de cabelo, a fim de fazer uma intervenção mais eficaz e precoce.

As células-tronco podem curar a calvície?

Uma área promissora de pesquisa para a cura da calvície são as células-tronco. Trata-se de um tipo de célula que tem a capacidade de se transformar em outros tipos de células em seu corpo, a fim de reparar danos aos tecidos. 

Um grupo de pesquisa no Japão tem como objetivo desenvolver uma tecnologia de regeneração do folículo capilar. Seu método envolve o cultivo de células-tronco ao redor dos folículos capilares para fazê-los aumentar de tamanho, revertendo assim a miniaturização dos folículos capilares, causado pela calvície.

Além disso, cientistas da UC San Francisco descobriram que as células T reguladoras (Tregs), um tipo de célula imune que está ligada ao controle da inflamação, têm uma relação próxima com as células-tronco nos folículos capilares. Se as Tregs não estiverem funcionando corretamente, isso pode interromper o ciclo de crescimento e impedir o crescimento de novos fios de cabelo. O estudo foi focado na perda de cabelo devido à alopecia areata, mas acredita-se que as descobertas também possam ter implicações para o tratamento da calvície.

Enquanto isso, um programa de pesquisa da Califórnia teve sucesso no crescimento de pelos em camundongos usando células-tronco pluripotentes. Estas são células adultas que são geneticamente reprogramadas para agir como células encontradas em um feto em desenvolvimento. O pesquisador chefe, Alexey Terskikh, fundou uma empresa que espera licenciar a tecnologia para uso comercial.

E quanto ao transplante capilar?

O transplante de cabelo é um procedimento pelo qual seus próprios folículos capilares são realocados para outras áreas do couro cabeludo usando uma técnica chamada microenxertia. A técnica mais utilizada é conhecida como FUE(Follicular Unit Extraction), onde os fios são retirados e implantados um a um.

Embora os resultados de um transplante de cabelo sejam duradouros, não há garantia de que o primeiro procedimento será o último. É também uma forma demorada de tratar a queda capilar, que envolve tempo de cicatrização e recuperação (cerca de 6 a 12 meses). 

Se o transplante for bem-sucedido, os folículos capilares realocados vão estimular o crescimento de novos fios para preencher as áreas calvas do couro cabeludo. Mas, como os folículos que já estavam no lugar, os transplantados têm uma vida útil e, eventualmente, deixarão de produzir fios. 

Na maioria dos casos, após o transplante capilar, é necessário manter o tratamento da calvície com os medicamentos, pois são tratamentos complementares e os medicamentos são essenciais para ter um resultado duradouro.

Novos medicamentos para a queda de cabelo

Também existe a possibilidade de desenvolver novos tratamentos farmacológicos para a queda de cabelo, que podem até incluir uma cura permanente para a calvície. 

Pesquisadores do Centro Médico da Universidade de Columbia, em Nova York, descobriram que um grupo de medicamentos chamados inibidores de JAK pode ajudar a aumentar o crescimento do cabelo no couro cabeludo e estimular o crescimento do cabelo. Essas drogas combatem a atividade de uma família de enzimas chamada Janus quinase (JAK), que são encontradas nos folículos capilares. Ao inibir as enzimas JAK, as drogas parecem promover a reentrada do folículo capilar na fase de crescimento do ciclo capilar. A maioria dos estudos com essa droga estão relacionados a Alopecia Areata, mas podem ajudar na Alopecia Androgenética.

Além disso, cientistas da Universidade de Manchester experimentaram uma droga imunossupressora chamada ciclosporina A, que reduz a atividade da proteína SFRP1 – um regulador de crescimento que afeta os folículos capilares. 

Embora a ciclosporina A não seja apropriada como um tratamento para queda de cabelo, porque suprime o sistema imunológico, os cientistas descobriram que outro medicamento, o WAY-316606, fez um trabalho ainda melhor em interromper o SFRP1. Desde então, várias empresas farmacêuticas expressaram interesse em desenvolver o WAY-316606 como um tratamento para a calvície, embora esteja aguardando a aprovação do FDA.

Tratamentos atuais para calvície de padrão masculino

Existem atualmente dois tratamentos que são aprovados clinicamente para combater o tipo mais comum de queda de cabelo – a calvície de padrão masculino.
A Finasterida oral é um comprimido que é tomado uma vez por dia. Ele age bloqueando a atividade da enzima 5-alfa redutase, que converte o hormônio masculino testosterona em  Diidrotestosterona (DHT) . O DHT é responsável pela miniaturização dos folículos capilares, o que significa que eles encolhem e não produzem mais cabelos saudáveis. Portanto, ao bloquear a produção de DHT nos folículos capilares, a Finasterida ajuda os folículos a se recuperar e a desenvolver cabelos mais fortes.

O Minoxidil Tópico vem na forma de líquido ou spray que é aplicado diretamente no couro cabeludo. O Minoxidil é um vasodilatador, o que significa que ele expande os vasos sanguíneos, aumentando o fluxo sanguíneo para os folículos capilares existentes. Isso ajuda a revitalizar os folículos danificados, pois eles recebem mais oxigênio e nutrientes do sangue, com efeitos colaterais mínimos.

Esses dois tratamentos funcionam para reduzir ou até mesmo reverter a queda de cabelo na maioria dos homens. A Finasterida provou ser eficaz em 9 em cada 10 homens e o Minoxidil em 6 em cada 10 homens. Usados ​​juntos, portanto, eles funcionam para mais de 90% dos homens.

Outro medicamento muito utilizado é a Dutasterida, ela age também bloqueando a formação de DHT. Alguns estudos científicos mostram que este medicamento é mais eficaz que a Finasterida e com a mesma probabilidade de efeitos colaterais.

Principais vantagens…

Os cientistas continuam a fazer novas descobertas sobre como funcionam os folículos capilares e os ciclos de crescimento capilar. Uma cura permanente para a calvície, talvez usando tecnologia de células-tronco, poderia de fato estar por aí – mas parece improvável que apareça em breve. Além disso, qualquer tratamento inovador terá sem dúvida um preço alto.

Enquanto esperamos que os especialistas encontrem ouro, a disponibilidade de tratamentos eficazes e acessíveis como a Finasterida e o Minoxidil significa que a calvície pode ser tratada aqui e agora. Só não demore para iniciar o tratamento da sua calvície, pode ser tarde demais.

Plano completo com Finasterida

Finasterida & Minoxidil

A Finasterida age diminuindo a ação e produção do hormônio DHT, que está relacionado ao afinamento dos cabelos e o Minoxidil é um potente vasodilatador que melhora a circulação de nutrientes para os folículos capilares e aumenta a fase de crescimento dos cabelos.


Eficácia
Eficaz para mais de 90% dos homens
Contém
Finasterida 1 mg/cápsula; Minoxidil base 5% (livre de álcool e propilenoglicol)

Referências
1. Riken Center for Developmental Biology – Regenerative Therapy of Hair:
http://www.cdb.riken.jp/org/en/research/organ/hair.html
2. Eurekalert – New hair growth mechanism discovered: https://www.eurekalert.org/pub_releases/2017-05/uoc–nhg052317.php
3. EurekAlert – Functional hair follicles grown from stem cells: https://www.eurekalert.org/pub_releases/2019-06/sbpm-fhf062519.php
4. Sivan Harel, Claire A. Higgins, Jane E. Cerise, Zhenpeng Dai, James C. Chen, Raphael Clynes and Angela M. Christiano(2015). Pharmacologic inhibition of JAK-STAT signaling promotes hair growth: https://advances.sciencemag.org/content/1/9/e1500973.full
5. Saskia P. Hagenaars, W. David Hill, Sarah E. Harris, Stuart J. Ritchie, Gail Davies, David C. Liewald, Catharine R. Gale, David J. Porteous, Ian J. Deary, Riccardo E. Marioni (2017). Genetic prediction of male pattern baldness: https://journals.plos.org/plosgenetics/article?id=10.1371/journal.pgen.1006594
6. Nathan J. Hawkshaw, Jonathan A. Hardman, Iain S. Haslam, Asim Shahmalak, Amos Gilhar, Xinhong Lim, Ralf Paus (2018). Identifying novel strategies for treating human hair loss disorders: Cyclosporine A suppresses the Wnt inhibitor, SFRP1, in the dermal papilla of human scalp hair follicles: https://journals.plos.org/plosbiology/article?id=10.1371/journal.pbio.2003705


Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde é revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.


Leitura adicional

Do nosso centro de saúde. Especialistas, informações e tópicos quentes. Ver tudo Queda Capilar artigos