Remédios para queda capilar: o que funciona e o que não funciona?

Escrito por
Equipe Manual
Aprovado medicamente por
Equipe médica
Última atualização
15th julho 2021

A queda capilar é um tema que atinge e incomoda muita gente e, portanto, a internet está inundada de tratamentos experimentais, loções milagrosas, poções e pílulas questionáveis contra a calvície.

Existem vários tratamentos e medicamentos disponíveis online, alguns possuem estudos científicos, com pesquisas comprovando eficácia e segurança. Outros, entretanto, são bem questionáveis.

E quando se trata de combater a calvície, o primeiro passo é saber o que funciona e o que não funciona. Fazer isso desde o início o salvará de perder tempo e dinheiro em busca de um tratamento que, na melhor das hipóteses, não tem nenhum estudo científico e, na pior, pode ser prejudicial à sua saúde.

Remédios caseiros, como massagens no couro cabeludo, shampoos especializados, vitaminas e suco de cebola (você leu certo) simplesmente são ineficazes.

O Minoxidil e a Finasterida estão firmemente na primeira categoria, proporcionando um crescimento de cabelo espesso, forte e saudável para incontáveis ​​homens em todo o mundo.

Neste artigo, falaremos sobre os tratamentos comprovados para obter resultados e alguns desses remédios caseiros para queda capilar que vale a pena evitar. Mas primeiro…  

Quais são as causas comuns de queda de cabelo?

A queda de cabelo nos homens pode ser causada por diversos motivos. Estresse, ansiedade, dieta irregular, falta de vitaminas ou várias condições médicas, tudo isso pode resultar em queda de cabelo ou afinamento dos fios.

Mas o principal responsável pela queda de cabelo nos homens, é o fator genético. À medida que envelhecemos, desenvolvem-se processos hormonais que acabam por levar à calvície de padrão masculino. A velocidade com que ficamos carecas está em grande parte ligada à nossa predisposição genética – mas existem algumas coisas que podemos fazer para retardar a queda de cabelo ou reverter o afinamento. Vamos entender mais de perto.

4 tratamentos de calvície com estudos científicos

1. Minoxidil

  • O que é? O minoxidil é um tratamento tópico para queda de cabelo aprovado pela ANVISA.
  • Como funciona? O minoxidil é um vasodilatador. Isso significa que melhora a saúde e a longevidade dos folículos capilares, dilatando os vasos sanguíneos do couro cabeludo, aumentando o fluxo sanguíneo para a área e trazendo nutrientes importantes com ele. Em última análise, isso melhora a saúde folicular e a espessura dos fios.
  • Como você usa isso? Simplesmente aplique a solução em seu couro cabeludo seco duas vezes ao dia.

O Minoxidil funciona?

De nenhuma maneira um medicamentos faz milagre, mas com o Minoxidil podemos ter resultados promissores: 

  • Um estudo observou que cerca de 60% dos pacientes notaram uma melhora na espessura do cabelo após 48 semanas de uso contínuo. 
  • Outro estudo descobriu que 74% dos homens consideraram que o Minoxidil melhorou a densidade do cabelo após 4 meses. 
  • E a pesquisa envolvendo 11.000 participantes ao longo de 12 meses resultou em 92% classificando o tratamento como excelente, bom ou razoável.

    Infelizmente, não há garantia de que o Minoxidil funcionará para todos que tentarem, mas vale a pena continuar, pois os resultados visíveis podem levar cerca de 4 meses . No início do crescimento dos cabelos, é provável que sejam macios e finos. No entanto, com o uso contínuo, os novos fios devem assumir a mesma cor e espessura do resto.

Quanto tempo duram os resultados do Minoxidil?

Os resultados do Minoxidil duram enquanto você usar a solução tópica (duas vezes ao dia). Assim que você parar, todo cabelo que crescerá novamente será perdido dentro de três a quatro meses, e o processo de queda de cabelo começará de novo.
Como os outros tratamentos deste guia, o Minoxidil requer um compromisso de longo prazo. Por enquanto, não existe uma cura definitiva para a calvície.

Existem efeitos colaterais para o Minoxidil?

Embora seguro e simples de usar, um número muito pequeno de usuários pode encontrar efeitos colaterais leves do Minoxidil . Isso pode incluir irritação do couro cabeludo e crescimento indesejado de pelos em outras partes do corpo, enquanto você também pode sentir tonturas, pressão arterial baixa e uma reação alérgica (embora isso seja raro).

Ironicamente, um dos efeitos colaterais mais conhecidos do Minoxidil é a queda de fios no início do tratamento . Não se preocupe, isso é completamente normal. O minoxidil faz uma troca dos fios finos, para nascerem fios mais grossos e saudáveis.

2. Finasterida

  • O que é? A Finasterida é um tratamento oral para a queda de cabelo. Ele vem na forma de um comprimido e deve ser usado uma vez ao dia.
  • Como funciona? Calvície de padrão masculino – também conhecida como “alopecia androgênica” – é causada predominantemente por seus hormônios e predisposição genética. Especificamente, um hormônio chamado dhidrotestosterona (DHT), que se liga aos folículos capilares e faz com que eles enfraqueçam, afinam e parem de produzir cabelo. A Finasterida atua bloqueando uma enzima chamada 5-alfa redutase (5AR), que é responsável pela conversão da testosterona em DHT. Com menos DHT em seu organismo, seus folículos são capazes de se recuperar, produzindo cabelos mais grossos e fortes no processo.
  • Como você usa? Tome um comprimido todos os dias. Fácil!

A Finasterida funciona?

Como o Minoxidil, a pesquisa sobre a eficácia da Finasterida tem sido encorajadora:

  • Três estudos de cinco anos , envolvendo quase 6.000 pacientes, descobriram que a queda de cabelo foi interrompida em 90% dos homens – com 77% apresentando maior crescimento do cabelo. 
  • Enquanto isso, um estudo de 2003 observou que 83% dos participantes não tiveram mais perda de cabelo.
  • E um estudo de 2012 observou que 87% experimentaram um maior crescimento do cabelo usando a Finasterida.

Pode levar de seis a nove meses para ver os resultados com a Finasterida . E é importante lembrar que o DHT só é bloqueado enquanto a Finasterida estiver ativa em seu sistema. Assim que você parar de tomá-lo, o 5AR é mais uma vez capaz de converter a testosterona em DHT, e isso reiniciará a progressão da sua calvície.

Se você parar de tomar Finasterida completamente, normalmente perderá o cabelo que ganhou dentro de nove a doze meses.

Existem efeitos colaterais para a Finasterida?

A Finasterida é incrivelmente segura, e a grande maioria dos homens não apresenta efeitos colaterais graves.

No entanto, alguns efeitos colaterais leves foram observados. Você pode sentir fraqueza temporária, tontura ou inchaço nas mãos ou no peito. E em casos muito ( muito ) raros, os efeitos colaterais sexuais também podem ocorrer, incluindo disfunção erétil (DE), diminuição da libido e distúrbios de ejaculação.

É importante notar que esses efeitos colaterais sexuais estão principalmente associados a doses mais altas de Finasterida e que uma revisão de estudos de 2019 não encontrou nenhuma conexão significativa entre a dosagem de 1mg de Finasterida para calvície e disfunção sexual.

3. Tratamento combinado para calvície: Minoxidil + Finasterida 

Diante disso, a Finasterida e o minoxidil são medicamentos completamente diferentes com objetivos diferentes. 

Para começar, a Finasterida é administrada por via oral e atua impedindo a queda de cabelo em sua origem, inibindo a produção de DHT. Enquanto isso, o Minoxidil é usado externamente para iniciar o ciclo de crescimento, estimulando o crescimento de cabelos novos e saudáveis.

Mas são precisamente essas diferenças que tornam o Minoxidil e a Finasterida uma combinação tão eficaz no tratamento da queda de cabelo, retração dos fios, emagrecimento e calvície.

E porque eles funcionam de maneiras diferentes, visando diferentes áreas do corpo, não há absolutamente nenhum risco em tomá-los ao mesmo tempo. 

4. Cirurgia de transplante capilar 

Normalmente, a perda de cabelo permanente se apresenta no topo da cabeça. Para combater isso, alguns homens recorrem à cirurgia para resgatar seus queridos cabelos. Então, como isso funciona?

Em suma, um transplante de cabelo envolve um cirurgião removendo folículos de cabelo saudáveis ​​de uma parte da cabeça e transplantando-os para um local calvo ou ralo em outro lugar. Se bem feito, pode resultar em uma aparência convincente e natural. 

No entanto, embora pareça bastante simples, é importante lembrar que este é um procedimento doloroso e invasivo e que pode exigir várias cirurgias para atingir os resultados desejados. Também apresenta o risco de hematomas, sangramento, inchaço e infecção. 

Além disso, a queda de cabelo hereditária acabará ocorrendo de qualquer maneira, o que significa que você certamente precisará associar à Finasterida e / ou minoxidil para evitar mais queda de cabelo após o transplante. 

Existem tratamentos alternativos para a perda de cabelo?

Além dos tratamentos descritos acima, você pode encontrar alguns remédios naturais para a perda de cabelo enquanto navega na Internet em busca de uma solução. Eles variam do aparentemente sensato ao absolutamente bizarro. Vamos explorar um pouco mais detalhadamente.

6 remédios caseiros para queda de cabelo

1. Massagem no couro cabeludo

Não há nada a perder com essa abordagem específica. Massagear o couro cabeludo não vai custar um centavo, e o único efeito colateral que você sentirá é um maior relaxamento. 

A ideia é que, ao aplicar uma pressão suave ao redor do couro cabeludo depois de lavar o cabelo, você estimule o fluxo sanguíneo para a área. E, como descobrimos, o aumento do fluxo sanguíneo significa mais oxigênio e nutrientes que contribuem para o crescimento saudável do cabelo.

Funciona? Curiosamente, um pequeno estudo de 2016 e um estudo um pouco maior de 2019 relataram resultados positivos, então vale a pena tentar. 

2. Shampoo e condicionador especializados

Outro que se enquadra na categoria “não há mal em tentar”, os shampoos e condicionadores espessantes funcionam fornecendo volume para que o cabelo pareça mais espesso.

Mas eles funcionam para o crescimento do cabelo? Não necessariamente. Muitas das principais marcas de cuidados com os cabelos contêm ingredientes e estimulantes importantes, como óleo de hortelã-pimenta, aloe vera, mentol ou cafeína, mas são voltados para alcançar um couro cabeludo saudável e remover a caspa, em vez de fazer nascer mais cabelo. 

3. Multivitaminas

Para desfrutar de um cabelo saudável, você precisa de um corpo saudável. Se você não está recebendo as vitaminas de que precisa como parte de uma dieta balanceada, isso pode contribuir para um certo grau de queda de cabelo. 

Ajuda no crescimento do cabelo? Cabelo saudável depende de ácido fólico, ferro e zinco para mantê-lo forte e espesso, então, para esse fim, sim. Mas isso só se você tiver deficiência desses nutrientes. Se você está recebendo todas as vitaminas de que precisa e ainda está perdendo cabelo, outros fatores estão em jogo. Em outras palavras, mais vitaminas não resolverão o problema.

4. Biotina

Um nutriente solúvel em água que ocorre naturalmente em alimentos como nozes e lentilhas, a biotina (ou vitamina B7) ajuda no metabolismo do seu corpo. Assim como acontece com os multivitamínicos, se você tiver uma dieta balanceada, é provável que esteja recebendo toda a biotina de que precisa. Mas isso não impediu o crescimento da popularidade da biotina como suplemento para o crescimento do cabelo e energia.

Mas isso funciona? Não sozinho. Se você tem deficiência de vitamina B7, tomar suplementos de biotina pode ajudar, e isso pode dar ao corpo o impulso de que precisa para estimular o crescimento saudável do cabelo. Mas a biotina não vai atacar a principal causa da calvície – o DHT. 

5. Óleos Essenciais

Os óleos essenciais são derivados de plantas, como lavanda, tea tree, hortelã-pimenta, aloe vera, alecrim e muito mais. Eles são normalmente usados ​​em aromaterapia e também são populares na medicina alternativa. 

Eles podem ajudar na perda de cabelo? Como muitos dos remédios desta lista, os óleos essenciais provavelmente ajudarão a melhorar a saúde do cabelo e do couro cabeludo, mas não chegam a promover o crescimento do cabelo.

6. Suco de Cebola

Agora estamos no território das “coisas pelas quais sua avó jura”. O suco de cebola, com toda a seriedade, foi sugerido como uma solução para a perda de cabelo. Por quê? Bem, a ideia é que o enxofre presente no suco da cebola pode ajudar a estimular o crescimento e cabelos mais grossos. 

Não funciona, não é? Incrivelmente, um pequeno estudo de 2002 testou essa abordagem em pessoas com alopecia areata e descobriu que aqueles que usaram suco de cebola tiveram mais crescimento de cabelo do que aqueles que usaram água da torneira. No entanto, nem todos os participantes concluíram o estudo. Além disso, quem quer andar por aí cheirando a cebola?

Principais vantagens: Remédios para queda de cabelo

Existem alguns remédios naturais diferentes para a queda de cabelo, mas nenhum chega perto da eficácia do Minoxidil e da Finasterida – especialmente quando combinados. 

Se você está lidando atualmente com calvície de padrão masculino, ou notou que os fios estão um pouco mais frágeis ultimamente, converse com um de nossos médicos parceiros. Os tratamentos para calvície podem ser encomendados online e entregues diretamente na sua porta em embalagens discretas. E não há cebolas à vista. 

Referências
1. medicines.org.uk- Regaine for Men Extra Strength Scalp Solution 5% w/v Cutaneous Solution:
https://www.medicines.org.uk/emc/product/5765/smpc%23INDICATIONS

2. Jan Rundegren (2004). Rapid onset of action of minoxidil 5% topical solution in a 4-month German observational study on both patients and physicians: https://www.jaad.org/article/S0190-9622(03)03693-4/fulltext#%20

4. The Pharmaceutical Journal (2011)- How minoxidil was transformed from an antihypertensive to hair-loss drug: https://www.pharmaceutical-journal.com/news-and-analysis/how-minoxidil-was-transformed-from-an-antihypertensive-to-hair-loss-drug/11080942.article?firstPass=false

5. Jerry Shapiro, Keith D. Kaufman (2003). Use of Finasteride in the Treatment of Men With Androgenetic Alopecia (Male Pattern Hair Loss): https://www.jidsponline.org/article/S0022-202X(15)52935-7/fulltext#%20

6. Akio Sato, Akira Takeda (2012). Evaluation of efficacy and safety of finasteride 1 mg in 3177 Japanese men with androgenetic alopecia: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21980923/
7. Yu Seob Shin, Keshab Kumar Karna, Bo Ram Choi, and Jong Kwan Park (2019). Finasteride and Erectile Dysfunction in Patients with Benign Prostatic Hyperplasia or Male Androgenetic Alopecia: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6479090/

8. Taro Koyama, Kazuhiro Kobayashi, Takanori Hama, Kasumi Murakami, and Rei Ogawa (2016). Standardized Scalp Massage Results in Increased Hair Thickness by Inducing Stretching Forces to Dermal Papilla Cells in the Subcutaneous Tissue: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4740347/

9. Robert S. English Jr., James M. Barazesh (2019). Self-Assessments of Standardized Scalp Massages for Androgenic Alopecia: Survey Results: https://link.springer.com/article/10.1007/s13555-019-0281-6

10. Khalifa E. Sharquie, Hala K. Al‐Obaidi (2014). Onion Juice (Allium cepa L.), A New Topical Treatment for Alopecia Areata: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/j.1346-8138.2002.tb00277.x


Embora garantimos que tudo o que você lê no Manual de Saúde é revisado e aprovado por um médico, as informações apresentadas aqui não têm a intenção de substituir o aconselhamento, diagnóstico ou tratamento médico profissional. Nunca deve substituir um aconselhamento médico específico. Se você tiver alguma dúvida ou preocupação, fale com seu médico.


Leitura adicional

Do nosso centro de saúde. Especialistas, informações e tópicos quentes. Ver tudo Queda Capilar artigos