The Complete Hair Loss Plan

Finasteride & Minoxidil

This powerful combo promotes hair growth by blocking DHT – a hormone linked to hair loss – and by increasing blood flow around your follicles.


Best for
Overall thinning hair
Effectiveness
Over 9/10 Men
Contains
One-a-day tablets (Finasteride) / Daily Spray (Minoxidil)

Efeitos colaterais do Minoxidil: o que você precisa saber

Escrito por
Equipe Manual
Aprovado por
Equipe médica
Última atualização
12 de agosto 2021

O Minoxidil é uma das formas mais populares e eficazes de combater a queda de cabelo nos homens. Também é um dos mais seguros. No entanto, como acontece com todos os medicamentos, o Minoxidil pode causar efeitos colaterais. 

Os efeitos colaterais do Minoxidil podem incluir irritação onde o medicamento foi aplicado, tonturas, desmaios, dores de cabeça e dor no peito. Esses efeitos colaterais do Minoxidil são raros e geralmente surgem com a aplicação excessiva. 

Os efeitos colaterais não ocorrem na grande maioria dos casos. Minoxidil é o único produto tópico licenciado para queda de cabelo. É um medicamento que comprovadamente impede – e até reverte – a queda de cabelo.

Quais são os efeitos colaterais do Minoxidil?

Todos os medicamentos podem apresentar efeitos colaterais e o Minoxidil não é exceção. 

No entanto, este tratamento tópico foi rigorosamente testado e aprovado para uso médico pela ANVISA – e os efeitos colaterais do Minoxidil que podem ocorrer são geralmente raros, temporários e leves. 

Esses efeitos colaterais incluem:

  • Irritação na pele;
  • Tonturas, e dores de cabeça;
  • Sonolência;
  • Inchaço ao redor da cabeça, rosto ou mãos;
  • Mastalgia;
  • Mudanças na cor, comprimento ou espessura dos pelos corporais ou faciais;
  • Foliculites;
  • E batimento cardíaco irregular ou dor no peito.

Embora essa lista possa detê-lo, é útil entender as razões por trás das quais você pode sentir alguns desses efeitos ao usar o Minoxidil – e por que muitas vezes não tem nada com que se preocupar.

1. Pele com coceira

O efeito colateral mais comum do Minoxidil é irritação na pele – uma erupção leve ou sensação de queimação – onde o spray foi aplicado. Isso pode ser o resultado de uma reação ao próprio Minoxidil ou a outra substância, como álcool ou propilenoglicol, na solução. Também pode ser o resultado da aplicação excessiva do tratamento, por isso deve sempre manter a dose recomendada.

Nota: Não use Minoxidil se a pele do couro cabeludo (o local da aplicação) já estiver vermelha, inchada, dolorida ou infectada. Consulte um profissional de saúde se estiver preocupado com seus sintomas.

2. Baixa pressão arterial

O medicamento é um vasodilatador, o que significa que o Minoxidil reduz ligeiramente a pressão arterial. Como resultado, os homens podem sentir efeitos colaterais do Minoxidil, incluindo tonturas, sonolência e cansaço, bem como inchaço ao redor da cabeça, rosto ou mãos. 

Isso é normal e é simplesmente uma reação ao ajuste do seu corpo às mudanças na pressão arterial. Outros efeitos colaterais do Minoxidil podem incluir palpitações cardíacas, dor no peito, rubor, alterações na visão e náuseas. Estes não são comuns e geralmente são o resultado do uso excessivo, com uma quantidade anormalmente alta de Minoxidil sendo absorvida pelo corpo. 

3. Reações alérgicas

Também é possível que você seja alérgico ao Minoxidil , embora isso seja muito raro. Se você tiver uma erupção cutânea grave, coceira, urticária, dificuldade em respirar ou aumento repentino de peso, pare de usar Minoxidil imediatamente e procure atendimento médico. Esses são efeitos colaterais graves que podem indicar uma alergia.

Os efeitos colaterais do Minoxidil são comuns?

Em suma, não muito. E essa afirmação é apoiada por alguns estudos randomizados:

  • Um estudo de 2002 descobriu que o Minoxidil (nas concentrações de 2% e 5%) foi bem tolerado, sem evidência de efeitos sistêmicos; e
  • Um estudo de 2013 não observou efeitos colaterais ao longo de três meses de uso de Minoxidil por 100 homens.

Por outro lado, uma revisão de 2019 do Minoxidil e seu uso em distúrbios capilares observa que, embora a aplicação de Minoxidil tópico duas vezes ao dia não mostre problemas sistêmicos, os efeitos colaterais (embora raros) são mais prováveis ​​de ocorrer com uma concentração mais alta da solução de Minoxidil tópico.

É verdade que o Minoxidil causa perda de cabelo?

Sim. Ironicamente, um dos efeitos colaterais mais conhecidos do Minoxidil é, de fato, a queda de cabelo. 
No entanto, isso não é tanto um efeito colateral, mas uma parte do processo pelo qual a droga atua. Então, não se preocupe – seu cabelo está voltando! 

Ao devolver a vida aos folículos capilares, o Minoxidil dá o pontapé inicial no ciclo de crescimento do cabelo através do qual os folículos passam. Os fios que estavam na fase de “repouso” caem, para nascer fios mais grossos e em fase de crescimento. Isso é completamente normal e temporário. Podemos dizer que é uma troca capilar, onde os fios mais fracos caem para novos nascerem. Isso ocorre nas primeiras 2-6 semanas de tratamento.

Ao usar Minoxidil, você também pode observar o crescimento de pelos em diferentes partes do corpo. Mais comumente, seus pelos faciais podem crescer mais do que o normal – mas você pode ver  também um aumento no crescimento de pelos corporais. Este é o resultado do Minoxidil em sua corrente sanguínea.

O Minoxidil é seguro?

Apesar dos possíveis efeitos colaterais, o Minoxidil é seguro na grande maioria dos casos e foi licenciado para uso médico. Geralmente, os benefícios superam os riscos possíveis. O Minoxidil promove o crescimento do cabelo na maioria dos casos e, quando combinado com a Finasterida , é eficaz em 90% dos homens. 

Enquanto isso, na maioria dos estudos de Minoxidil, a frequência dos efeitos colaterais não é estatisticamente significativa. Um estudo , com centenas de participantes, não mostrou nenhum caso de efeitos colaterais durante um período de três meses.

Então, o que realmente acontece quando você usa o Minoxidil?

Abordamos os efeitos colaterais do Minoxidil e estabelecemos que é um método seguro e eficaz de tratar a calvície em homens. Mas o que isso faz ao seu corpo – e ao seu cabelo?

Ao contrário da Finasterida oral, o Minoxidil é geralmente aplicado topicamente, como spray ou espuma. 

Foi descoberto que ele produz o crescimento do cabelo em 60% dos homens . O minoxidil atua como um vasodilatador e, quando aplicado conforme as instruções, dilata os vasos sanguíneos do couro cabeludo e permite o fluxo sanguíneo extra para a área. Mais sangue significa mais oxigênio e mais nutrientes – tudo o que os folículos capilares precisam para se manterem saudáveis.

Não é, no entanto, uma solução instantânea. Conforme o Minoxidil reinicia o ciclo de crescimento do cabelo nos folículos capilares, você verá os resultados em seis meses a um ano de uso contínuo. E como mencionamos anteriormente neste artigo, também há queda de cabelo que pode ocorrer nas primeiras semanas, pois o produto leva seu cabelo da fase de repouso para a fase de crescimento ativo.

Plano Minoxidil

Solução Tópica

O mais efetivo medicamento tópico do mundo para calvície, trata-se de um potente vasodilatador que melhora a circulação de nutrientes para os folículos capilares e aumenta a fase de crescimento dos cabelos.


Eficácia
O medicamento tópico mais eficaz disponível no mercado
Contém
Minoxidil base 5% (livre de álcool e propilenoglicol)

Como você aplica o Minoxidil?

O Minoxidil deve ser aplicado duas vezes ao dia, geralmente, a menos que seja em um plano personalizado de especialista. Como acontece com todos os medicamentos, se você perder uma aplicação, não duplique com a próxima dose. A dose esquecida terá um efeito mínimo, mas dobrar as doses aumenta as chances de você sentir os efeitos colaterais do Minoxidil. 

Tenha cuidado ao aplicar Minoxidil também. Sempre leia as informações sobre o medicamento com antecedência. Evite o contato com os olhos, nariz e boca – e lave bem as mãos após a aplicação. Se a solução entrar em contato com seus olhos, pode ser muito irritante.

Atenção: não misture Minoxidil com outros medicamentos

Os efeitos colaterais do Minoxidil são raros. No entanto, os efeitos adversos são mais prováveis ​​quando o medicamento é usado com alguns outros medicamentos ou por pessoas que apresentam condições médicas específicas.

O Minoxidil é eficaz especificamente para homens com calvície de padrão masculino. Não deve ser usado nos casos em que a queda de cabelo é acompanhada de crostas ou lesões no couro cabeludo. Isso aumenta as chances da droga entrar em sua corrente sanguínea.

O Minoxidil geralmente não é recomendado para indivíduos com pressão alta ou baixa não controlada, ou para alguém com problemas cardíacos (por exemplo, insuficiência cardíaca ou doença cardíaca). Frequentemente, os medicamentos para lidar com esses tipos de problemas cardíacos reduz sua pressão arterial (assim como o Minoxidil). Como resultado, essas interações medicamentosas tornam os efeitos colaterais do Minoxidil, como tonturas e desmaios, mais prováveis. 

Principais vantagens…

Como todos os medicamentos, o Minoxidil tem seus efeitos colaterais potenciais. Isso pode incluir pele irritada, leve tontura e sonolência. No entanto, ocorrem raramente e, quando acontecem, são geralmente leves e temporários.

No entanto, existem alguns efeitos colaterais graves do Minoxidil. Podem ocorrer alterações na pressão arterial e seu corpo pode ter outras reações. Consulte um médico se suspeitar que tem alergia ao Minoxidil.

O Minoxidil é totalmente seguro e é usado por milhões de homens em todo o mundo para tratar a calvície de padrão masculino. Se você está enfrentando queda de cabelo, o Minoxidil pode ser o melhor tratamento para a queda de cabelo. Os benefícios certamente superam os riscos. 




Leitura adicional

Do nosso centro de saúde. Especialistas, informações e tópicos quentes. Ver tudo Queda Capilar artigos